Atenção, alerta de spoiler! A segunda temporada de Round 6 (Squid Game) ainda está em fase preparatória, sem uma confirmação oficial. Mas, de acordo com o criador da série, ele está projetando a possível trama com conflitos influenciados por Star Wars. Hwang Dong-hyuk ainda citou especificamente o Darth Vader como uma inspiração na obra dele.

Após diversas especulações, o criador da série decidiu dar pistas para deixar os fãs ainda mais ansiosos. De acordo com Hwang Dong-hyuk, em entrevista à Entertainment Weekly, a segunda temporada está sendo planejada com essa pitada de influência de Star Wars. Além disso, ele adiantou que o público pode esperar por um Gi-hun (Lee Jung-jae), protagonista da trama, com uma postura mais ativa.

O que ele disse

“Não posso ainda discutir a segunda temporada de forma oficial, mas se houver um segundo ano, na primeira temporada vimos Gi-hun como um personagem cuja humanidade é exposta em certas situações”, disse o criador de Round 6“Em outras palavras, a humanidade dele é mostrada de forma mais passiva”, explicou.

“Acho que na segunda temporada, o que ele aprendeu nos jogos e a experiência dele na primeira temporada será usado de forma mais ativa. E ao mesmo tempo, como para o frontman (Lee Byung-hun) que também foi um vencedor anterior, mas se tornou um líder, é como Darth Vader. Alguns acabam se tornando Jedi e alguns se tornam Darth Vader, certo?”, disse Hwang Dong-hyuk.

O criador da série da Netflix ainda disse que em certo ponto Gi-hun será testado nessa segunda temporada, mas não revelou exatamente como isso vai acontecer. Eita! O que será que vem por aí? Vale lembrar que a segunda temporada de “Round 6” ainda não foi confirmada oficialmente pela Netflix. 

Confirmado até a página 2

Mas, apesar de já ter confirmado a sequência de Round 6 em falas anteriores, na mais recente manifestação Dong-hyuk voltou atrás ao dizer que “ainda não é certo” que o seriado ganhará nova temporada. “Não posso ainda discutir a segunda temporada de forma oficial, mas se houver…”, declarou.

Vale lembrar que Round 6 se tornou a maior série de todos os tempos da Netflix. A  produção coreana foi vista por mais de 111 milhões de contas nos primeiros 28 dias de lançamento.

Round 6

Os números comprovam que Round 6 é um fenômeno mundial. Desde seu lançamento, no dia 17 de setembro, a série alcançou a primeira colocação em 94 países, incluindo o Brasil. Em todos os países que o serviço está disponível, a trama apareceu pelo menos no top 10.

Caso você ainda não tenha entrado para a estatística, aí vai um breve resumo da trama. O seriado sul-coreana viralizou ao fundir jogos infantis populares antes da Internet, com desafios de sobrevivência mortais.

Em Squid Game (nome usado no exterior), 456 pessoas são convidadas a participar de uma misteriosa competição de sobrevivência. Os participantes competem em uma série de jogos infantis tradicionais, mas que leva a morte para aqueles que perdem.

Os jogadores, todos endividados, colocam suas vidas em risco em busca do prêmio de 45,6 bilhões de Wons (a moeda da Coreia do Sul). O valor equivale a aproximadamente 40 milhões de dólares. Apenas um entre os 456 participantes sai como vencedor, levando todo o dinheiro para casa. 

A série é marcada por traições, ambição e muitos perigos, pois os concorrentes fazem de tudo para garantir o prêmio. Vale lembrar que Round 6 só convida para o jogo pessoas totalmente endividadas que realmente precisam de dinheiro, o que traz um nível maior de desespero à competição.

Além disso, a produção mostra os terríveis VIPs, que são pessoas ricas que pagam para assistirem aos jogos mortais de camarote e apostam nos participantes. Eles chegam a debochar daqueles que não seguem adiante na competição. 

Com uma mistura de ação, cenas sangrentas, críticas sociais, personagens complexos, em nove episódios Round 6 mostra o que pode ser a realidade de muitos, gerando uma certa identificação. 

Vale lembrar que Round 6 (Squid Game) está disponível no catálogo da Netflix.