Fãs de “Round 6”, atenção: depois do criador da série dar algumas dicas sobre o que podemos esperar da segunda temporada, o ator Lee Jung-Jae soltou mais alguns spoilers. 

Intérprete do protagonista Seong Gi-Hun na série, ele falou sobre o que os fãs podem esperar da história em entrevista à People. Durante o bate-papo, ele confirmou uma teoria de fãs de que o personagem participará dos jogos novamente — sugerida pelo desfecho da 1ª temporada.

“Uma segunda temporada se tornou inevitável de certa forma”, diz ele. “Lembro que quando estávamos filmando, perguntei [ao criador Hwang Dong-hyuk] se haveria uma segunda temporada, e ele disse: ‘Acho que não. Vai ser muito difícil.’ Mas não podemos deixar de fazer isso agora, porque recebemos muito amor em todo o mundo”, explicou. 

Além disso, o ator falou sobre o futuro do personagem: “Eu não faço ideia do que acontecerá ou a escala disso. Mas as únicas coisas que me contaram é que Seong Gi-hun estará na série e vai participar dos jogos mais uma vez. Espero que tenha algum tipo de reviravolta que seja empolgante e surpreendente para mim e para os espectadores. Se fosse previsível, não seria divertido”.

Após a estreia em setembro, a série foi assistida por 142 milhões de lares em todo o mundo. Lee diz que “nunca esperava” o sucesso louco de Round 6, embora admita que sabia desde o início que fazia parte de algo especial.

“No primeiro dia, quando estávamos jogando batatinha frita 1,2,3, eu vi o robô gigante e 456 pessoas em jaquetas verdes correndo para salvar suas vidas. De repente tive a sensação de que seria muito grande”, ele lembra. “Então eu fui e disse a [Hwang] e à equipe: ‘Acho que isso vai ser muito popular. Vocês deveriam fazer um parque temático agora, deveriam garantir que aquele robô estava lá e as pessoas poderiam jogar os seis jogos que estão neste show”. 

Lee acrescenta que ele e seus colegas se mantêm conectados por mensagens, embora não tenham tido a chance de se ver pessoalmente tanto quanto gostariam devido à logística e à pandemia de Covid-19. “Espero que, quando tudo isso acabar, possamos nos encontrar novamente e fazer uma refeição juntos e conversar sobre como tem sido a vida para cada um de nós”, diz ele.

Vale lembrar que “Round 6” se tornou a maior série de todos os tempos da Netflix. A produção coreana foi vista por 111 milhões de contas nos primeiros 28 dias de lançamento.

Os números comprovam que Round 6 é um fenômeno mundial. Desde seu lançamento, no dia 17 de setembro, a série alcançou a primeira colocação em 94 países, incluindo o Brasil. Em todos os países que o serviço está disponível, a trama apareceu pelo menos no top 10.

Caso você ainda não tenha entrado para a estatística, aí vai um breve resumo da trama. Em “Squid Game”, 456 pessoas são convidadas a participar de uma misteriosa competição de sobrevivência. Os participantes competem em uma série de jogos infantis tradicionais, mas que leva a morte para aqueles que perdem.

Os jogadores, todos endividados, colocam as vidas em risco em busca do prêmio de 45,6 bilhões de Wons (a moeda da Coreia do Sul). Apenas um entre os 456 participantes sai como vencedor, levando todo o dinheiro para casa. 

“Round 6” só convida para o jogo pessoas totalmente endividadas que realmente precisam de dinheiro, o que traz um nível maior de desespero à competição. Além disso, a produção mostra os terríveis VIPs, que são pessoas ricas que pagam para assistirem aos jogos mortais de camarote e apostam nos participantes. Eles chegam a debochar daqueles que não seguem adiante na competição. 

“Round 6” (Squid Game) está disponível no catálogo da Netflix.