A tripulação de duas pessoas a bordo de um foguete russo Soyuz fez um pouso de emergência no Cazaquistão nesta quinta-feira (11), pouco depois do lançamento. A tripulação, que estava viajando a caminho da Estação Espacial Internacional, está segura e em “boas condições” depois da assustadora falha de um impulsionador, transmitida online.

• Agência espacial russa diz que vazamento na Estação Espacial Internacional foi causado por erro humano
• Voyager 2 detecta indícios de que está próxima do espaço interestelar

O astronauta da NASA Nick Hague e o cosmonauta russo Alexey Ovchinin decolaram a partir do cosmódromo Baikonur, no Cazaquistão, às 5h40 do horário de Brasília. Como você pode ver no vídeo da transmissão da NASA, os relatos iniciais indicam que o impulsionador falhou minutos depois da decolagem.

“A cápsula Soyuz está retornando para a Terra por meio de uma descida balística, que é um ângulo de pouso mais agudo do que o normal”, tuitou a NASA. “As equipes de busca e resgate estão se encaminhando para o local de pouso esperado da espaçonave e da tripulação.”

A tripulação do MS-10 pousou aproximadamente a 19 quilômetros ao leste de Dzhezkazgan, no Cazaquistão, e foi recebida por uma equipe de busca e resgate que está sempre preparada no solo para uma situação exatamente como essa. A tripulação está, neste momento, sendo levada para Moscou.

Os últimos meses têm sido difíceis para a viagem especial, com a falha desta quinta-feira seguindo um outro incidente recente a bordo da Estação Espacial Internacional. Um buraco foi recentemente descoberto em uma cápsula Soyuz diferente, a MS-09, que estava acoplada à Estação Espacial Internacional no fim de agosto. O buraco causou um pequeno vazamento de oxigênio enquanto a cápsula estava conectada à estação.

A agência espacial russa Roscosmos tuitou que está criando uma comissão formal para investigar a falha no foguete.

De acordo com a NASA, tanto o astronauta como o cosmonauta estão bem. A agência até postou fotos deles:

Nick Hague (esq.) e Dmitry Rogozin (dir), diretor da Roscosmos. Crédito: NASA

O cosmonauta Alexey Ovchinin

Este post será atualizado logo que soubermos mais do episódio. Você pode acompanhar a transmissão ao vivo da NASA no vídeo abaixo.

Imagem do topo: NASA