Os cientistas do telescópio espacial Hubble gostam de homenagear o aniversário do telescópio com um lançamento anual de imagens espaciais incríveis, e a foto deste ano está estonteante como sempre. A imagem, que você pode ver na íntegra abaixo, oferece uma visão atualizada da Nebulosa do Caranguejo do Sul, capturada pela missão que faz 29 anos na próxima quarta-feira, 24 de abril.

Muito bem, mas o que é isso que você está vendo? A imagem mostra um par de estrelas, uma gigante vermelha e uma anã branca. A anã branca acumula material de sua parceira e expele ainda mais matéria, criando as estruturas vistas aqui.

VEJA A IMAGEM COM QUE O HUBBLE CELEBROU SEU ANIVERSÁRIO NO ANO PASSADO

Essa nebulosa, no entanto, tem sido uma grande fonte de mistério, de acordo com um comunicado de imprensa da equipe do Hubble. Ela foi inicialmente descrita como uma estrela, até que uma observação de 1989 revelou o par externo de bolhas. Foi só depois de uma observação do Hubble em 1999 que os astrônomos puderam desvendar a estrutura interna, demonstrando que o processo que criou as bolhas externas parece ter acontecido novamente.

A Nebulosa Caranguejo do Sul. Imagem: NASA, ESA e STScI

Este último ano foi difícil para o Hubble. Um giroscópio quebrado o deixou temporariamente fora de serviço no final do ano passado. Os cientistas por fim conseguiram corrigir o problema por meio de uma série de manobras que dá para resumir (de maneira um pouco simplória) como “balançando o giroscópio“. Mas as coisas estão de volta ao normal, por enquanto, e o telescópio segue criando as imagens impressionantes pelas quais é famoso.

Sim, como acontece com todas as imagens do Hubble, isso não é o que você veria com seus próprios olhos; ela foi composta para consumo público. Essa imagem combina a luz de quatro comprimentos de onda emitidos pelas excitações de quatro elementos diferentes. As áreas azuis representam comprimentos de onda de 502 nanômetros de luz de oxigênio duplamente ionizado. A radiação alfa de hidrogênio (que pareceria vermelha para o olho humano) aparece aqui em verde. O nitrogênio ionizado e o enxofre ionizado, que teriam dois tons diferentes de vermelho, são representados aqui como laranja e vermelho, respectivamente.

Feliz aniversário adiantado, Hubble. É incrível que, mesmo após todos esses anos, você ainda esteja nos dando imagens tão impressionantes do espaço.