Desde sua estreia, em fevereiro de 2000, a comida é uma substância vital para os personagens do jogo “The Sims”.

Entretanto, a partir do The Sims 4 – mais precisamente após o pacote de expansão “Vida na Cidade”, de 2016 – o ato de comer também se tornou em uma atividade para explorar e aprender sobre novas culturas.

Os jogadores podem ir até barracas de comida, experimentar refeições mais picantes, aprender a utilizar hashis corretamente ou preparar os pratos em casa.

Mais do que isso, os Sims podem abrir um restaurante, criar os seus próprios menus, além de contratar e demitir funcionários. Eles podem, ainda, virar um chef de renome ou se tornar críticos culinários.

A comida no The Sims

Existe uma longa lista de refeições disponíveis no jogo – inclusive, com opções vegetarianas ou para intolerantes à lactose -, como massas, omeletes, panquecas, yakissobas, sopas e tortas. Também há lanches, como biscoitos, salgadinhos e hambúrgueres.

Os usuários também podem aprender a cozinhar empanadas, pastéis, sanduíches e, até mesmo, feijoada.

Ao todo, existem mais de 300 pratos que os Sims podem experimentar ou cozinhar. E esse número está crescendo, conforme o jogo recebe novas atualizações.

No recente pacote “Minhas Histórias de Casamento“, o jogador também pode escolher o bolo que será servido durante a festa.

Imagem: Eletronic Arts/Divulgação

Novas culturas

O jogo pode ser uma forma de explorar pratos de várias regiões do mundo. Os usuários têm acesso a descrições extensas dos alimentos, explicando como eles são preparados, bem como de quais culturas eles são.

Com isso, os usuários do jogo podem aprender mais sobre refeições pouco conhecidas, como Pho, Nigiri ou Choripán.

Apesar de todas as culturas ainda não estarem presentes no jogo, a Electronic Arts diz que está empenhada em adicionar novos itens culinários ao The Sims, “com o objetivo de fazer com que todos os nossos jogadores de todas as culturas e origens se sintam representados no jogo”.

Cozinhando refeições

O The Sims vai muito além do simples ato de preparar as refeições, com os jogadores podendo criar galinhas, vacas e lhamas, embora eles não possam abater seu próprio gado.

Também é possível enlatar comida, encomendar mantimentos ou cozinhar de forma simples ao utilizar produtos e ervas do jardim.

Segundo Loel Phelps, diretor de design do The Sims, existe uma equipe de consultores que fazem pesquisas para decidir quais elementos culinários se encaixam melhor com o espírito do jogo.

“The Sims é sobre experiências reais e vividas, então, quando temos um tema ou cenário, gosto de entrar em contato com as pessoas ao meu redor ou explorar tendências gastronômicas no Instagram e no TikTok”, afirmou Phelps.

“Quais são seus pratos icônicos favoritos? O que as pessoas comem no café da manhã, almoço, lanche e jantar naquele ambiente? Por que e como eles comem esses alimentos, e temos as ferramentas certas em uma cozinha virtual para prepará-los, servi-los e comê-los?”, completa.