A sonda Mars Reconnaissance Orbiter, da NASA, foi lançada em 2005 para estudar a geologia e o clima de Marte. Desde então, pesquisadores receberam diversas imagens da câmera HiRISE (Experimento Científico de Imagens de Alta Resolução).

As fotos têm finalidade científica e não passam por grandes tratamentos para serem analisadas por pesquisadores. É aí que entra Seán Doran, um artista espacial que recupera dados brutos das agências espaciais e os transforma em verdadeiras peças de arte, que são publicadas em seu canal no YouTube. 

Um de seus trabalhos mais recentes mostra a região do planeta vermelho conhecida como Meridiani Planum, que fica localizada próxima à sua “linha do Equador”. Esse é um dos locais em que Mark Watney, interpretado por Matt Damon, atravessa durante o filme “Perdido em Marte”. As gravações do longa, claro, foram feitas na Terra – mais especificamente, no deserto Wadi Rum, na Jordânia. 

Doran utilizou diversas imagens capturadas pela câmera HiRISE para produzir um vídeo impressionante de Marte em resolução 8K. Confira: 

Para chegar às imagens de alta resolução, o artista teve que limpar os ruídos das fotos originais, redimensioná-las, renderizá-las, entre uma série de outros processos. Além disso, o próprio Doran explica na legenda do vídeo que a coloração vista na gravação é diferente daquela que seria enxergada em Marte pelo olho humano, já que o HiRISE grava em outro espectro de cores. 

Este não é o único trabalho recente de Doran que envolve Marte. Duas semanas atrás, o artista postou um vídeo de 20 minutos que tem como base imagens capturadas pelo rover Perseverance. O editor utilizou 36 imagens obtidas pela câmera Mastcam-Z para produzir este outro vídeo em 4K. Veja o resultado.