A Tesla costuma virar assunto de notícias geralmente por acidentes e erros envolvendo suas tecnologias futuristas ou promessas ambiciosas. Uma dessas promessas, feita anos atrás, foi um modo “Full Self-Driving” que ofereceria assistência completa aos motoristas. A expectativa é que os recursos fossem disponibilizados até o final do ano passado, o que incluiria um sistema capaz de identificar semáforos e parar automaticamente. No entanto, parece que ele só está sendo lançado agora pela empresa e deve, finalmente, chegar aos clientes com uma nova atualização de software.

Alguns proprietários de veículos da Tesla que participam do programa de testes beta da empresa já estão recebendo a atualização. O Out of Spec Motoring, por exemplo, publicou um vídeo no Twitter mostrando como o recurso funciona em um Model 3.

No vídeo, é possível ver o sistema identificando a luz vermelha do semáforo e diminuir a velocidade até parar. Segundo o Electrek, a novidade estará disponível para os donos de veículos Tesla com o hardware Autopilot mais recente e que pagaram pelo pacote “Full Self-Driving Capability” de US$ 7 mil. Por esse valor, os motoristas teriam acesso a um sistema capaz de reconhecer e responder a semáforos e placas de “Pare”, além de um modo piloto automático em vias urbanas.

Os novos recursos ajudariam os motoristas a conduzirem pelas ruas da cidade da mesma forma que modo Autopilot já é utilizado em rodovias por veículos da Tesla. Considerando que a atualização já está sendo disponibilizada para alguns clientes, é provável que em breve a empresa lance para uma base maior de motoristas. No entanto, nenhuma previsão foi divulgada por enquanto.

A Tesla ainda faz questão de reforçar que, apesar do modo piloto automático estar sendo habilitado para utilização em vias arteriais, os motoristas ainda devem permanecer com as mãos no volante e prontos para assumir o controle a qualquer momento. Afinal, o motorista ainda é o responsável por conduzir o veículo, mesmo que ele seja classificado como “autônomo”.

[Electrek]