O WinFuture vazou em vídeo mais detalhes sobre o Windows 9: antes, eles mostraram como funciona o novo menu Iniciar; agora, eles demonstram as múltiplas áreas de trabalho em ação.

>>> Imagens vazadas do Windows 9 mostram como funciona a nova interface do sistema



É simples: existe um botão na barra de tarefas, ao lado da lupa, para ativar o recurso. Clique nele, depois em “Adicionar área de trabalho”, e pronto:

Dessa forma, você pode abrir programas em desktops diferentes: por exemplo, o Word e um leitor de PDF ficam em uma área de trabalho, voltada para estudos; e outra guarda o navegador web e um app de redes sociais, para evitar distrações.

No Windows 9, se um aplicativo já estiver rodando em um desktop, seu ícone na barra de tarefas ficará “marcado” com um retângulo na parte inferior. Ao clicar no ícone, você será levado ao programa, em vez de abrir outra instância dele.

E fechar uma área de trabalho não encerra os apps rodando nela: eles são “transferidos” para a área de trabalho seguinte. Claro, provavelmente tudo isso será configurável.

mission-control-macimage120

Múltiplas áreas de trabalho existem de forma nativa no OS X e Ubuntu há tempos, mas só agora a Microsoft resolveu fazer o mesmo, dado o seu foco no desktop e em produtividade. Paul Thurrott nota que o Windows tem suporte a múltiplos desktops há mais de uma década, mas “a Microsoft nunca embutiu o recurso no OS por medo de que os usuários ‘perdessem’ aplicativos em desktops escondidos”.

O vídeo também mostra que as janelas ganharam uma nova animação ao serem abertas, além de bordas bem finas – talvez para aproximá-las do visual Metro.

O Windows 9 deve ser lançado em abril de 2015, e um beta público deve ser disponibilizado até o mês que vem. [WinFuture]

Imagens por WinFuture/How-to Geek/How-to Geek