Não é de hoje que a Microsoft tenta popularizar o Edge, seu próprio navegador de internet. O problema é que o produto acaba esbarrando na grande popularidade do rival Google Chrome.

Para acabar com esse “monopólio” do Chrome, a Microsoft está adotando uma atitude, digamos, um tanto quanto desesperada. Segundo destacou o site Neowin, usuários dos sistemas Windows 10 e 11 estão sendo surpreendidos com um pop-up quando acessam a página de download do navegador do Google.

A notificação apresenta mensagens como “Este navegador [Chrome] é tão 2008! Você sabe o que há de novo? Microsoft Edge”.

As mensagens vão além, dizendo que o Edge é melhor para compras online, e que funciona com a mesma tecnologia do Chrome, “mas com a confiança adicional da Microsoft” — sugerindo que o navegador do Google é menos confiável.

Vale lembrar que o próprio Google usa uma abordagem semelhante, apresentando avisos ocasionais para encorajar os usuários a trocar o Edge pelo Chrome.

Notificação do Windows ao acessar a página de donwload do Google Chrome. Imagem: The Verge/Reprodução

Microsoft x Google

Há mais de três anos, a Microsoft vem testando maneiras de alertar os usuários do Windows para que eles não instalem o Chrome ou o Firefox. Esses testes nunca foram divulgados oficialmente, mas os avisos começaram a aparecer para os usuários nos últimos meses, após atualizações do sistema.

Além dos pop-ups, a empresa tem utilizado outras estratégias, como tentar dificultar propositalmente a troca do navegador padrão no Windows 11, forçando as pessoas a utilizarem o Edge.

Outra estratégia tem sido utilizada com o serviço de busca Bing, da Microsoft. Ao pesquisar “navegador” ou “download de navegador”, o Edge aparece em destaque, também ressaltando que ele utiliza a mesma tecnologia de código aberto do Google Chrome. O aviso complementa que o navegador conta com “a melhor compatibilidade da web e de extensões da categoria”. Bom, não custa tentar, né?