Após um monte de rumores, foi anunciado nesta segunda-feira (22), durante a conferência de desenvolvedores WWDC, que a Apple terá computadores feitos com seu próprio chip.

Apesar do anúncio, a companhia disse que continuará lançando computadores com chip Intel juntamente com modelos com seu chip próprio ARM, que é parecido com o disponível no iOS e no iPad.

Segundo Tim Cook, CEO da Apple, o primeiro computador com chip próprio da empresa será lançado no fim deste ano, e ele espera que haja um período de transição de dois anos.

“O chip da Apple dará ao Mac um novo nível de desempenho consumindo menos energia”, disse Johny Srouji, VP de tecnologias de hardware, durante a apresentação.

Srouji disse que a ideia de desenvolver um chip próprio veio após anos de desenvolvimento de SoC (system on a chip) para iPhones e iPads, e que a companhia a todo ano melhorava o desempenho e o consumo de energia. Os laptops e computadores, por sua vez, têm ótimo desempenho, mas exigem muito consumo de energia.

Gráfico Apple Silicon

Todos os apps do macOS Big Sur rodarão no chip da Apple. Durante a apresentação, a companhia informou que tem trabalhado com algumas empresas de softwares profissionais para ter versão compatível com o chip da companhia. Então, pelo menos Adobe Photoshop e Microsoft Office já estarão disponíveis. Para os profissionais de edição de vídeo, o Final Cut Pro também já está adaptado para a nova arquitetura da empresa da maçã.

Apple Silicon

De acordo com a Apple, após desenvolver um app no Xcode, basta recompilar e usar o Universal 2, que gerará dois códigos binários, um para computadores com chip Intel e outro para computadores com chip Apple.

Caso a empresa não tenha feito uma versão para a nova arquitetura, o software Rosetta 2, incluído no macOS Big Sur, rodará apps feitos para plataforma Intel rodarem em computador com o chip da Apple. Esta conversão será inclusive feita com games. Na WWDC, foi mostrado o jogo Shadow of Tomb Raider baixado na Mac App Store rodando via Rosetta 2 sem atrasos.

Por ter arquitetura parecida, computadores com chip Mac poderão rodar apps de iPad e iPhone direto no Mac — a boa notícia para os desenvolvedores é que eles não deverão fazer muitas alterações para isso funcionar.