Após passarem seis meses no espaço, mais especificamente na Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês), a tripulação da missão Crew-2 da SpaceX retornou à Terra na noite de segunda-feira (8), pousando na Flórida para encerrar a segunda missão de longa duração da empresa.

Durante a estadia no espaço, Shane Kimbrough e Megan McArthur da Nasa, Thomas Pesquet da Agência Espacial Europeia e Akihiko Hoshide do Japão fizeram vários experimentos científicos e até testaram as primeiras pimentas cultivadas no espaço

A equipe também conduziu caminhadas espaciais – em que vestiram as tradicionais roupas de astronautas para sair da estação espacial e trabalhar no exterior. Além de enfrentarem alguns desafios como a falha de ignição de um novo módulo russo que se conectou à ISS e se chocou levemente

A volta à Terra deveria ter ocorrido no domingo (7), mas precisou ser adiada devido às condições meteorológicas. Mas esse não foi o único desafio, problemas com o sistema de dejetos a bordo da cápsula deixaram os astronautas sem opção de banheiro durante a viagem de volta para casa. Em vez disso, a tripulação teve que usar fraldas para adultos durante a viagem de nove horas.

SpaceX inicia pousou no Golgo do México, costa da Flórida — Foto: Nasa

Megan McArthur da Nasa disse durante coletiva de imprensa que isso certamente não é o ideal, mas que a equipe estava preparada. “Os voos espaciais estão repletos de desafios, este é apenas mais um com o qual nos deparamos e temos que lidar nessa missão”.

Assine a newsletter do Gizmodo

O próximo lançamento da SpaceX, chamado Crew-3, foi atrasado – primeiro por problemas climáticos e depois por um “pequeno problema médico” com um dos astronautas. A Nasa disse em comunicado que a próxima missão de seis meses pode decolar nesta quarta-feira (10).