Durante a pandemia de COVID-19, as vendas online cresceram significativamente. Porém, para evitar as taxas cobradas por alguns aplicativos de entrega e plataformas de e-commerce, muitos vendedores autônomos e negócios locais recorreram ao WhatsApp para oferecer seus serviços. O aplicativo de mensagens já está de olho nesse segmento e vem lançando alguns recursos para facilitar as vendas na ferramenta. O mais recente deles é o carrinho de compras, que foi anunciado nesta terça-feira (8).

Segundo a empresa, a nova funcionalidade vai permitir que os clientes naveguem pelo catálogo disponível no app, selecionem os itens de interesse tocando em “Adicionar ao carrinho” e enviem o pedido por mensagem para a empresa. A ideia, segundo o WhatsApp, é simplificar todo o processo de vendas.

Crédito: WhatsApp/Divulgação

Para o cliente, é muito mais fácil ter a experiência parecida com um aplicativo de compras, em que basta clicar em diferentes itens para adicioná-los ao carrinho a partir de um catálogo, em vez de digitar o nome de cada produto por mensagem. Já para o vendedor, o novo recurso também facilita o gerenciamento das solicitações.

De acordo com o comunicado do WhatsApp, o carrinho de compras já está disponível em todo o mundo a partir desta terça-feira (8). O lançamento acontece em um momento estratégico, visando impulsionar as vendas de Natal na plataforma diante do cenário positivo do setor online neste ano. Segundo pesquisa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o faturamento do e-commerce cresceu 56,8% em 2020.