A Huawei vem fazendo nos últimos anos alguns dos smartphones mais interessantes do mercado, o que tem levado a marca a ganhar terreno. No Brasil, porém, a marca não vende mais seus aparelhos desde 2015, e a parceria com a Positivo para voltar ao país esfriou. Mas, ao que tudo indica, a vinda dos aparelhos para cá é questão de tempo.

No Mobile World Congress 2019, a chefe de relações públicas da Huawei Mobile, Gleice Rodrigues, disse ao site Mobile Time que a empresa deverá trazer para o Brasil os aparelhos tops do portfólio da empresa. Ela não chegou a dizer, porém, quando isso deve acontecer. Entramos em contato com a assessoria de imprensa da Huawei no Brasil e atualizaremos este post assim que tivermos uma resposta.

Quando surgiram as notícias de que o acordo entre a Huawei e a Positivo poderia não se concretizar, a empresa chinesa ressaltou a importância do Brasil no mercado mundial de smartphones e disse que continuava avaliando produtos e experiências para atender demanads e expectativas dos potenciais consumidores do país.

A fala de Rodrigues tem um tom parecido: a executiva diz que a Huawei está mais conhecida entre o público brasileiro, que, segundo ela, “entende que os últimos lançamentos [da marca] são o que há de melhor”.

A Huawei não é a única chinesa que está pensando em voltar ao Brasil. A Xiaomi, que chegou fazendo muito barulho, lançou apenas aparelhos de entrada e saiu de fininho do país. Neste ano, ficamos sabendo de uma volta tímida da Xiaomi por meio da fabricante mineira DL. Ela importará dois smartphones da empresa, o Pocophone F1 e o Redmi Note 6 Pro.

O próximo grande lançamento da Huawei está marcado para o fim do mês que vem: o Huawei P30 será lançado no dia 26 de março em Paris, na França. Será que ele vem pra cá?

[Mobile Time]