Desde que o escândalo com a Cambridge Analytica foi revelado, o Facebook está em uma corrida de controle de dados: desculpas públicas, campanha publicitária apressada e um atraso de lançamento do que poderia ser um alto-falante inteligente. Agora podemos ter uma ideia de com que esse dispositivo se parece.

• Facebook adia lançamento de alto-falante inteligente depois de escândalo de privacidade
• Como descobrir se a Cambridge Analytica roubou seus dados do Facebook

Um pedido de patente intitulado como “Dispositivo Eletrônico” se tornou público nesta terça-feira (10) e mostra o aparente competidor do Facebook para o Google Home e Alexa. O pedido foi realizado no dia 29 de dezembro de 2016 e não contém informações sobre os componentes do aparelho, nem de suas capacidades.

Os rumores apontavam que o alto-falante teria uma tela sensível ao toque. E embora a última ilustração da patente tenha sido classificada como a parte “inferior”, parece que há uma tela com uma linha de botões no desenho. A configuração dos elementos na parte “inferior” também é orientada de forma a sugerir que o alto-falante seja posicionado verticalmente ao longo de sua borda mais plana.

Ao contrário da Alexa Show, que tem seus alto-falantes debaixo da tela, a série de 44 buracos na parte de cima do dispositivo sugere que o speaker do Facebook poderia funcionar horizontalmente (apenas com voz) ou verticalmente (com vídeo). No entanto, é preciso ressaltar que não há como saber se esse design representa algo próximo a um produto final ou se é simplesmente um dos muitos designs que o Facebook planejou.

O Facebook intuiu com razão que os consumidores não estariam dispostos a compartilhar dados ainda mais pessoais com a empresa depois dos eventos recentes. Aparentemente, o alto-falante inteligente ficará para o final do ano, no mínimo.

Ilustrações: US Patent Office