Já vimos fotos melhores de Marte, mas esta é especial: ela foi tirada pelo helicóptero Ingenuity da Nasa. O veículo conseguiu sobreviver à sua primeira noite gelada no Planeta Vermelho e está um passo mais perto de seu voo inaugural.

A foto de baixa resolução foi tirada em 3 de abril, quando o Ingenuity ainda estava sob o rover Perseverance. E, de fato, você pode ver duas das rodas da sonda nos cantos superiores da imagem. Esta foto é uma prévia discreta do que está por vir; assim que o helicóptero de 1,8 quilo levantar voo, ele tentará capturar imagens coloridas de alta resolução de seus arredores de alturas que chegam a três metros.

A outra boa notícia é que o Ingenuity conseguiu sobreviver à sua primeira noite em Marte como um sistema autônomo, de acordo com um comunicado da Nasa. O helicóptero estava preso à parte inferior do veículo espacial até o fim de semana passado e resistiu a uma queda livre de 10 centímetros até a superfície. O helicóptero foi largado em 3 de abril e agora está de pé sobre suas quatro pernas estendidas.

Ingenuity, conforme fotografado pela Perseverance em 4 de abril. Imagem: Nasa/JPL-Caltech

É um grande alívio saber que o Ingenuity conseguiu sobreviver à sua primeira noite em Marte. As temperaturas na cratera de Jezero podem cair para -90 graus Celsius à noite. Componentes eletrônicos sensíveis e baterias podem ser seriamente danificados nessas temperaturas. Não mais atrelado à Perseverance, o helicóptero terá agora que alimentar seu aquecedor com sua própria bateria, utilizando energia de seus painéis solares.

“Chega de energia grátis”, escreveu Bob Balaram, engenheiro-chefe do Mars Helicopter Project no Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da Nasa, em um artigo escrito para a agência espacial norte-americana.

Em um comunicado, MiMi Aung, gerente de projeto Ingenuity no JPL da Nasa, disse: “Agora confirmamos que temos o isolamento certo, os aquecedores corretos e energia suficiente na bateria [do Ingenuity] para sobreviver às noites frias, o que é uma grande vitória para a equipe”.

O helicóptero irá agora monitorar a si mesmo ao longo dos próximos dias para determinar como seus sistemas de energia e controle térmico estão se saindo e se quaisquer ajustes serão necessários. Presumindo que tudo esteja funcionando bem, o próximo passo importante será liberar as restrições que atualmente prendem as pás do rotor, seguido pelo teste das pás e seus motores associados. A equipe também avaliará o sistema de navegação autônomo do veículo, junto com um aparelho que medirá sua orientação e velocidade angular durante o voo.

A Perseverance, que transmite mensagens do Ingenuity para os controladores de missão na Terra, será então realocada para o mirante Van Zyl — um ponto ideal de onde o rover pode contemplar e inspecionar o campo de 10 por 10 metros em que o Ingenuity foi depositado.

Assine a newsletter do Gizmodo

Estamos chegando cada vez mais para perto desse voo histórico, em que o Ingenuity se tornará o primeiro veículo aéreo a desbravar o céu em um mundo alienígena. A Nasa diz que isso pode acontecer já neste domingo, 11 de abril.

O helicóptero não carrega nenhuma instrumentação científica além de suas câmeras. A missão Ingenuity é estritamente uma demonstração de tecnologia, já que a Nasa contempla futuras missões envolvendo veículos aéreos mais sofisticados. A agência espacial norte-americana reservou 30 dias marcianos para esses testes importantes.