A controversa decisão da Apple em não incluir fones de ouvido e adaptador de tomada na caixa dos novos iPhones ainda tem causado muitas discussões. A companhia diz que a ação faz parte do objetivo em se tornar uma empresa mais amigável ao meio ambiente e reduzir a quantidade de lixo eletrônico produzido pelo descarte desses acessórios. Mas nem todos os países compraram essa ideia: é o caso da França, que continuará vendendo iPhones com EarPods na embalagem.

Na verdade, isso só será possível graças a uma lei local francesa antiga que obriga as fabricantes de smartphones a fornecer “kits com viva-voz” separado ou fones de ouvido para proteger crianças de 14 anos ou menos da radiação eletromagnética. Os manuais desses aparelhos também devem recomendar o uso desses itens, caso o contrário as empresas são multadas em 75 mil euros (R$ 492 mil na conversão atual).

A lei francesa, datada de 2015, diz o seguinte: “Qualquer objeto que contenha equipamento de rádio não pode ser distribuído sem um fone de ouvido com fio sólido e confiável. Os manuais do usuário e a embalagem dos aparelhos de telefone celular devem conter informações claras e visíveis solicitando o uso de um fone com fio”.

A mesma lei ainda descreve que, “embora seja comumente aceito que a exposição a ondas eletromagnéticas pode ter consequências prejudiciais, os níveis de exposição que podem alterar a saúde das pessoas não são claramente conhecidos. Contudo, em nome do princípio da precaução em que se baseia, a nova lei prevê tais obrigações”.

Apple França ainda vende iPhone com EarPods na caixa

O site francês da Apple destaca que os EarPods ainda virão inclusos na caixa dos iPhones 12. Captura de tela: Apple França

Esse assunto envolvendo radiação pode parecer estranho, já que inúmeros estudos apontam que os dispositivos eletrônicos, incluindo os celulares, não aumentam as chances de desenvolver doenças por conta de ondas eletromagnéticas. Acontece que outras pesquisas sugerem o contrário, o que levou a França a criar leis específicas por conta do medo dos efeitos da radiação. Inclusive, o país enfrentou protestos em várias cidades que pediam a adição da implementação de redes 5G por questões de saúde e deterioração das paisagens.

É bem provável que a França continue sendo o único país do mundo que inclua os EarPods nas caixas dos novos iPhones 12, uma vez que não existem leis tão específicas que descrevam os riscos de radiação elevada dos smartphones. Portanto, pode esperar que todas as versões do iPhone 12 aqui no Brasil não venham nem os fones de ouvido, nem com o adaptador de tomada. É muito provável que os modelos vendidos na Europa sejam os mesmos que serão comercializados no Brasil. Então, para quem não quiser ter de pagar pelo acessório separadamente, a dica é comprar um iPhone em terras francesas.

[MacRumors, Engadget, iMore]