A LG não produz mais smartphones. O que não significa que ela não continue tentando superar a sua maior rival. A Samsung venceu a competição na linha de celulares dobráveis, mas suas telas vêm de fábrica com uma camada de filme protetor, que impede o display de despedaçar. A solução da LG para o problema pretende ser mais sofisticada, com um plástico mais moderno — que a companhia está chamando de “real folding window”.

Ainda não há muitos detalhes sobre o novo material. A LG Chem [companhia de produtos químicos da LG], que divulgou o press release à imprensa, menciona que usará uma lâmina de poliéster (PET) para cobrir cada um dos lados do display de vidro. De acordo com um porta-voz da LG Chem, a camada é suficiente para “maximizar a flexibilidade”. A LG diz, também, que ela é mais fina “em comparação a vidros temperados já existentes”, e, apesar de possuir a mesma resistência, não é tão propensa a “se espatifar na tela”.

A nova tela da LG é recoberta com “algumas dezenas de micrômetros” desse novo material para melhorar sua resistência ao calor. A companhia também está trabalhando em uma versão da Real Folding Window que não precisa de reforço adicional.

A tecnologia leva uma vantagem em comparação com a concorrência: ela pode dobrar para dentro ou para fora. Ainda não está certo se o display pode dobrar em ambas as direções no mesmo aparelho, ou se isso apenas faz parte dos planos da LG de tornar a tecnologia escalável. A empresa afirma que o revestimento será usado em tablets, laptops e telefones dobráveis.

A LG planeja dar início à produção de sua tela dobrável no próximo ano, e a “começar a vender em larga escala” em 2023. A empresa espera começar com telefones celulares e, eventualmente, expandir para laptops e tablets.

Assine a newsletter do Gizmodo

É claro que a LG não está imune à competição com a Samsung nesse meio tempo. A empresa sul-coreana  apresentou sua nova tecnologia de tela há alguns meses, na edição anual da Display Week, evento organizado pela SID (Society for Information Display). A Samsung também está cotada desenvolver um smartphone Pixel com o Google e um vidro dobrável mais durável com a Corning. Será interessante ver com quais fabricantes a LG vai se associar quando a tecnologia Real Folding Window chegar ao mercado.