Uma equipe de escavação na Argentina conseguiu achar uma rocha de 30 toneladas. Mas seria este o segundo maior meteorito intacto já achado na Terra?

As muitas vezes em que humanos quase foram mortos por meteoritos
Este mapa mostra onde meteoritos atingiram a Terra desde 2.300 A.C.



A pedra foi achada no sábado (10) em Campo Del Cielo — um local bem conhecido por outras colisões de rochas espaciais na Argentina, onde há abundância em meteoritos de ferro. Algumas publicações estão descrevendo este como o segundo maior já descoberto. Basta uma olhadela no vídeo abaixo para ter noção de que é uma rocha imensa. No entanto, há algumas questões que precisam ser respondidas antes de dizermos que este é, de fato, o segundo.

Para começar, é preciso ter primeiro a confirmação de que a rocha é, de fato, um meteorito — dado o local onde foi achado, pode ser. No entanto, a equipe da Associação de Astronomia de Chaco, que pesou o pedaço de pedra, não está segura da medida e observaram que eles precisam fazer uma segunda pesagem após reequilibrar a escala para confirmar a leitura que fizeram.

Mesmo que a rocha seja confirmada como um meteorito e, de fato, pese 30 toneladas, isso ainda não a faria a segunda maior rocha espacial encontrada na Terra. O maior meteorito foi achado na Namíbia e pesa 66 toneladas — ele é chamado de Hoba. Após isso a questão de qual é o segundo maior meteorito já achado fica bem esquisita.

Há um outro meteorito previamente descoberto no mesmo local na Argentina e com tamanho similar — ele é chamado El Chaco. A Associação de Astronomia de Chaco diz que esta nova pedra é maior que esta outra. Relatos anteriores, no entanto, dizem que a pedra anteriormente descoberta pesa 37 toneladas (como nota um artigo da Scientific American de 2015), o que a tornaria a segunda maior já encontrada.

Por ora, o que podemos confirmar é que já teve uma outra pedra com medida superior a essa achada na Argentina. Temos de esperar para saber se uma nova pesagem vai tornar esta nova pedra ou não a vice-campeã no torneio mundial de achar meteoritos escondidos na Terra.

Foto do topo: pedaço de meteorito exposto em Campo del Cielo, na Argentina. Crédito: pirane/Flickr