Samuel Kempf estava numa montanha-russa na Espanha quando viu um iPhone voando. Muitas pessoas poderiam ter simplesmente assistido o telefone despencava em direção ao solo, sem dúvida sendo destruído no processo, mas Kempf não é qualquer pessoa. Ele entrou em ação e, como uma figura de uma pintura renascentista, estendeu a mão para o céu, resgatando o iPhone de um triste destino que os usuários de smartphones conhecem muito bem no século XXI. Surpreendentemente, o momento do resgate do iPhone foi capturado em vídeo.

“Para encurtar a história, eu peguei”, disse Kempf a um veículo de notícias de sua terra natal, a Nova Zelândia.

Ele, de fato,  pegou, economizando centenas de dólares ao dono do iPhone X. A montanha-russa, batizada de Shambhala, no parque temático Port Aventura, atinge uma velocidade máxima de 128 quilômetros por hora, tornando a façanha de Kempf muito mais impressionante. Kempf devolveu o telefone ao dono quando a viagem terminou — um proprietário que aparentemente acreditava que o telefone estava perdido para sempre quando ele escorregou da sua mão.

“Ele ficou super surpreso e feliz ao mesmo tempo”, disse Kempf ao 1 News. “Ele me deu um grande abraço e disse que iria comprar o vídeo da atração para mim”.

Kempf publicou o vídeo no YouTube, onde meros mortais como nós podemos assistir a esse ato lendário.

Pessoas em parques temáticos de todo o mundo gostam de gravar cada segundo de suas férias em seus vários dispositivos. Mas isso pode levar muitas pessoas a derrubarem seus aparelhos caros quando uma montanha-russa é rápida demais.

Tenham cuidado, pessoal. Nem toda montanha-russa tem um Samuel Kempf atrás de você. Heróis que salvam celulares são raros. Apenas sente e desfrute do passeio. E guarde o celular.