Quem conseguiu comprar uma RTX 3060 da Nvidia agora tem acesso ao suporte ao aguardado Resizable BAR da empresa. Com esse recurso, que pode ser ativado pelos usuários no nível da BIOS, a CPU e a GPU podem falar diretamente uma com a outra. Isso faz toda a diferença e ajuda a aumentar as taxas de quadros instantaneamente.

O suporte para o recurso foi liberado na quinta (25), com a atualização para o driver da Nvidia. Por enquanto, ela só afeta a RTX 3060, mas o Resizable BAR chegará para o resto da série 30 no final de março.

Entretanto, a compatibilidade é limitada para algumas CPUs e placas-mãe específicas — e isso não é um problema específico da Nvidia, já que também acontece com o Smart Access Memory (SAM), a versão equivalente da AMD para o recurso. Por isso, nem todo mundo que tem uma RTX poderá habilitar a função agora.

No momento, o Resizable BAR é compatível apenas com os chipsets AMD série 500 e série 400 em placas-mãe com suporte para CPU AMD Zen 3 Ryzen série 5000. Além disso, você precisará ter um processador AMD Ryzen série 5000 para usar a novidade com uma placa de vídeo Nvidia, já que ela não é compatível com processadores AMD mais antigos no momento.

No lado da Intel, a compatibilidade inclui chipsets da série 400, bem como todos os chipsets de 11ª geração disponíveis a partir de 25 de fevereiro. No entanto, como a Nvidia tem trabalhado junto com a Intel para colocá-lo em funcionamento, parece provável que o Resizable BAR estará pronto assim que a Intel lançar suas CPUs de desktop de 11ª geração e sua próxima geração de chipsets. A Nvidia lista os Core i9, i7 e i5 de 11ª geração como compatíveis, bem como CPUs Core i9, i7, i5 e i3 de 10ª geração.

O recurso também será compatível com placas-mãe de todos os principais fabricantes, incluindo Asus, ASRock, Colorful, EVGA, Gigabyte e MSI. A Nvidia não disse quais especificamente, mas cada fabricante teria mais informações em seu site. Considerando que os chipsets da série 400 são compatíveis, todas as placas-mãe da série 400 também devem ser compatíveis (Z490, H470, B460 e H410), mas cada fabricante pode decidir habilitá-lo apenas em alguns modelos. É sempre melhor verificar.

Assine a newsletter do Gizmodo

Eu acredito que o Resizable BAR não chegará para os chipsets da série 300 da Intel em breve. Ele suporta CPUs da 8ª e da 9ª geração, e chegará ao fim de sua vida útil em janeiro de 2022, então é provável que a Intel não leve a compatibilidade para essa geração.

Laptops gamers com RTX série 30 e processadores Intel e AMD também oferece suporte a essa função. Mais uma vez, será necessário conferir com o fabricante para ver se determinado modelo é compatível. O MSI GP66 Leopard, por exemplo, tem o recurso.

Mesmo se seu PC tiver tudo isso, porém, nem todo jogo terá um aumento na taxa de quadros, que é o que acontece com a SAM da AMD. No momento, só alguns games têm suporte ao Resizable BAR com GPUs da Nvidia. A lista inclui Assassin’s Creed Valhalla, Borderlands 3 e Metro Exodus, entre outros.

Como sempre, não se esqueça de atualizar seus drivers, BIOS e VBIOS para que este novo recurso funcione realmente em seu PC, caso ele seja compatível.