Há um ano, o Intel Compute Stick era lançado prometendo alegria e otimismo em um futuro com computação simples para a sala de estar. Nós o testamos e ele era um desastre. Mas o novo ano trouxe novos processadores, e uma nova possibilidade de gadget que você pode querer comprar.

Leia mais sobre a CES 2016:
>>> [Hands-on] Samsung Galaxy TabPro S: um tablet com tela AMOLED inspirado no Microsoft Surface
>>> [Hands-on] Relógio da Casio é duro na queda e roda Android Wear



O Intel Compute Stick é um pequeno dispositivo conectado à porta HDMI da sua TV que conta com entranhas de um PC Windows, mas com o tamanho de um Chromecast. A versão do ano passado sofria com um processador de baixa potência, um Wi-Fi que não funcionava direito, e acabou não conseguindo dominar as salas de estar pelo mundo.

Na nova versão, o conceito básico nao foi alterado, mas a parte interna foi: agora ele conta com um processador Core M potente em vez de um Atom, 4GB de RAM na versão topo de linha, um chip Wi-Fi 802.11ac, e duas portas USB extra.

O que você ganha nele é basicamente a mesma configuração de um laptop ultra-portátil como o Macbook de 12 polegadas, mas em um corpo muito menor, que cabe perfeitamente atrás da sua TV. Claro que nem tudo é tão simples – boas especificações técnicas não fazem necessariamente um bom PC. Mas se nenhum componente importante estragar as coisas dessa vez, vamos começar a ver muito mais o Windows na nossa TV.

Veja mais lançamentos da CES 2016:

Imagem via Intel

[Intel]