Se você tem um cãozinho e acha difícil enganá-lo, saiba que é porque eles conseguem identificar quando alguém está mentindo. Isso é o que diz um estudo da Universidade de Viena, na Áustria. Em artigo, publicado na revista Proceedings of the Royal Society B, um grupo de cientistas descreve experimentos que realizaram com centenas de cães e o que foi aprendido sobre sua capacidade de detectar o engano em pessoas desconhecidas.

Sabe-se que humanos adultos conseguem avaliar a veracidade de informações de outras pessoas com base em diversas pistas de comportamento. Partindo daí, os pesquisadores queriam entender se o mesmo acontece com os cachorros. Para isso, eles realizaram experimentos simples com 260 cães voluntários de várias raças.

Primeiro, eles foram ensinados a seguir o conselho de um ser humano desconhecido ao escolher qual das duas tigelas continha uma guloseima escondida. Seguindo a ordem, recebiam um petisco. Em seguida, os pesquisadores misturaram tudo: eles permitiram que os cães observassem enquanto um humano movia a guloseima de uma tigela para outra enquanto um segundo humano desconhecido observava; em outros casos, o segundo humano estava ausente no momento da troca. Após isso, os pesquisadores então conduziram os mesmos experimentos iniciais para ver se os bichinhos continuariam a seguir os conselhos.

Assim, os especialistas descobriram que os animais ignoravam o conselho humano se a pessoa não estivesse presente quando as tigelas foram trocadas. Isso porque eles entenderam que a pessoa não sabia em qual tigela estava a guloseima. Mas o mais importante: metade dos cães ignorou o conselho humano quando souberam que este estava apontando para a tigela errada. Essa evidência indica que os cães sabiam que os humanos estavam mentindo para eles.

Assine a newsletter do Gizmodo

Na publicação, os pesquisadores notaram que os mesmos experimentos já haviam sido feito anteriormente com humanos menores de cinco anos, macacos e chimpanzés. Nessas experiências, as crianças e os outros animais tinham muito mais probabilidade do que os cães de seguir o conselho do mentiroso. Segundo eles,  isso indica que os cães confiam menos no ser humano do que as outras espécies analisadas.