O esperado Nexus 6, phablet com tela de 6 polegadas do Google, enfim está entre nós. O Nexus 6, assim como seu antecessores, será o primeiro dispositivo do mundo a sair de fábrica já com o novo sistema operacional Android, o Lollipop. É a visão pura do que um smartphone com Android deve ser. E, aparentemente, smartphones com Android devem ser enormes.

>>> Nexus 9: um tablet rápido com Android puro



Como todos os rumores sugeriam, o Nexus 6 é basicamente um Moto X 2014 maior e melhorado. Ele vem com uma tela imensa de 6 polegadas com resolução 2K, um processador Qualcomm Snapdragon 805, 3GB de RAM e 32GB de armazenamento interno (ele também será vendido em versão de 64GB). Isso tudo é alimentado por uma bateria de 3.200mAh com apoio do recurso Turbo Charger da Motorola, que permite 8 horas de autonomia de bateria após apenas 15 minutos de recarga.

Apesar de gigante, o Nexus 6 mantém muitos elementos do design do Moto X. O Google manteve a mesma configuração com dois alto-falantes, acabamento em alumínio nas bordas e o flash em anel na traseira. A câmera tem um sensor de 13 megapixels, assim como o Moto X, mas com estabilização ótica de imagens para melhorar a qualidade de fotos em baixa luminosidade. O Samsung Galaxy Note 4 e o iPhone 6 Plus contam com isso, então aparentemente é algo obrigatório em smartphones grandes.

Nexus 6

A decisão do Google de se aliar à Motorola veio, em parte, com a separação das empresas. Quando o Google vendeu a Motorola para a Lenovo no começo do ano, a divisão permitiu que o Google começasse a trabalhar com a Motorola sem causar ciúmes de favoritismo entre outras fabricantes.

O Google pretende manter o Nexus 5 como parte da família Nexus, como um dispositivo mais barato e menor para consumidores que não estão prontos para aceitar os phablets.

Lá fora, ele entrará em pré-venda no dia 29 de outubro e custará US$ 649 sem contrato com operadora. O Nexus 6 chegará às lojas no começo de novembro nos EUA – ainda não há data para que ele esteja disponível no Brasil. [Google Official Blog]

Atualizado às 13h57