Smartphones, fones de ouvido e outros dispositivos costumam adotar o padrão Qi de carregamento sem fio. Nesta semana, uma outra entidade, o NFC Forum, aprovou uma nova especificação de carregamento sem fio de baixa energia que pode facilitar o carregamento de gadgets menores ou de dispositivos IoT (internet das coisas).

O novo padrão é chamado de Wireless Charging Specification ou WLC. Ele usa uma frequência base de 13,56 MHz e permite que dispositivos equipados com NFC possam enviar simultaneamente dados e energia para dispositivos próximos.

Além de serem regidos por dois órgãos organizacionais diferentes, a principal diferença entre o NFC WLC e o padrão Qi está na velocidade do carregamento. Enquanto o carregamento sem fio Qi pode suportar transferência de energia de até 15 watts ou mais, a velocidade de carga do WLC é de apenas 1 watt.

Isso significa que o NFC WLC não é projetado para ajudar a recarregar um smartphone e não vai competir com o padrão Qi em dispositivos maiores, mas poderia ser usado para carregar coisas como etiquetas NFC, chaveiros de segurança ou até mesmo alguns fones de ouvido Bluetooth que muitas vezes são pequenos ou muito baratos para ter suporte ao outro padrão.

Como o NFC já é usado para facilitar uma grande variedade de sistemas de pagamento incluindo Apple Pay, Samsung Pay, Google Pay e outros, ele é interessante para as fabricantes, já que não exigiria um grande investimento para incorporar o suporte a WLC em novos dispositivos.

Porém, as coisas não são tão simples. Não costumamos ver isso nas fichas técnicas, mas existem cinco tipos diferentes de tags NFC usadas em todo o mundo, com certos ajustes e suporte variável dependendo da localização.

Por exemplo: o transporte público no Japão usa NFC como forma de pagamento, mas apenas as tags NFC Tipo-3 são compatíveis com o padrão industrial japonês, o que significa que dispositivos feitos em outros países e levados para o Japão nem sempre funcionam corretamente ao tentar pagar por um bilhete de metrô ou trem.

Atualmente, não está claro se o WLC será compatível com dispositivos NFC existentes. Não sabemos se o WLC irá exigir um novo tipo de tag ou algo simples como uma atualização de firmware será o suficiente para habilitá-lo. O Gizmodo entrou em contato com o NFC Forum para esclarecimentos e atualizaremos esse post se obtivermos repostas.

O WLC foi originalmente proposto como um candidato técnico no início de 2019, mas não havia sido oficialmente aprovado para uso em dispositivos de varejo até o início desta semana. O NFC Forum afirma que existem mais de dois bilhões de dispositivos equipados com NFC em uso hoje e obter um pouco mais de funcionalidade por meio da adição de carregamento sem fio – mesmo que seja relativamente lento – é uma adição bem-vinda.