As categorias de produto no mercado de CPUs estão corroendo rapidamente. A Intel e AMD passaram o último ano e meio lançando novos produtos e ajustando suas linhas de acordo com a competição. Em alguns casos, os preços foram reduzindo. Em outros, significou mais cores e threads em uma CPU. O resultado é um mercado obscuro sem claros ganhadores ou perdedores. Apenas muitos processadores que são bem rápidos.

• [Review] O novo processador de 16 núcleos da AMD é um monstro, mas não foi feito para você
• [Review] Os novos processadores Coffee Lake da Intel são bem rápidos, mas têm um porém

E isso é importante! Os processadores estão mais baratos agora – embora a escassez das fundições que produzem silício possa significar aumento dos preços nos próximos meses. Mas por enquanto as coisas estão indo bem. Por algumas centenas de dólares (ou milhares de reais), você pode comprar uma CPU em que pode jogar alguns games, lidar com tarefas pesadas de forma decente e fazer as coisas mais básicas, como navegar na internet, com muita tranquilidade.

Intel i9-9900K

O que é?

Primeiro processador oficial da Intel com 5GHz

Preço

US$ 500

Gostei

É um processador rápido e que usa o mesmo socket das CPUs da Intel do ano passado

Não gostei

É meio caro

Mas a Intel e a AMD precisam mais do que a simples frase “é bom” para vender seus produtos. A última CPU da Intel vem justamente para preencher esta lacuna. A 9ª geração do i9 9900K é vendida por US$ 500, tem oito núcleos que podem rodar até 16 threads simultaneamente, e é uma das primeiras CPUs com a frequência turbo de 5GHz. Não é apenas veloz. O processador chega perto de quebrar um limite teórico.

5GHz parecia ser um sonho impossível durante muitos anos. Uma barreira teórica dizia que a maioria dos processadores não poderia ultrapassar o número sem haver um ajuste fundamental no projeto das CPUs. Porém, a Intel lançou uma edição limitada do i7-8086K no começo deste ano com a mesma velocidade de clock; já a AMD havia lançado o FX 9590 lá em 2013, muito embora ele não fosse tão rápido quanto a promessa do clock – e, por isso, foi considerado um grande fracasso.

Por isso, quando a Intel lançou o i9-9900K como a primeira CPU de 5GHz, dissemos que isso não estava completamente certo. A menos que você dê um passinho para trás e tente enxergar as coisas por outro ângulo.

Isso porque esse é o primeiro processador Intel de 5GHz que qualquer pessoa pode comprar. Não é uma edição limitada. É uma bela CPU de 8 núcleos que custa quase o dobro de seu principal competidor, o AMD Ryzen 7 2700X (que custa US$ 280) – que também tem 8 núcleos e suporta 16 threads, mas tem uma velocidade de turbo clock menor – apenas 4,3GHz, embora a velocidade de clock base seja maior, com 3,7GHz versus 3.6GHz da Intel. Ele também consome mais energia, trata-se de um processador de 105W, enquanto o i9 9900K vai de 95W.

Nossa unidade de análise do processador da AMD infelizmente quebrou quando nós fizemos os testes de benchmark, o que significa que será difícil de comparar os dois produtos diretamente. Em vez disso, vamos olhar para campos similares de produto para ter uma ideia da performance de todos esses processadores em tarefas do dia a dia. Temos o Ryzen 5 2600X com 6 cores e 12 threads que é vendido por US$ 190, o i7-8700K com 6 cores e 12 threads que sai por US$ 370 e, por último, o AMD Ryzen Threadripper 2950X.

Esse último é um baita de um processador com 16 cores, 32 threads e que exige 180W de energia. O preço é alto, também: US$ 900. Quando a AMD o lançou em agosto, ele não foi comprado com o i7 8700K de US$ 370 (o i9 9900K ainda não havia sido anunciado), mas ao i9-7960X de US$ 1.300, que possui 165W TDP, 16 cores e 32 threads.

Foto: Alex Cranz (Gizmodo)

São muitos números, não? Mas não se preocupe. Não é tão confuso quanto parece. A diferença de preço entre cada CPU e seu competidor geralmente é grande, o que os força a competirem com mais base no exigência de energia do que no preço. Isso é importante se você está considerando a mesma fonte de energia. É importante levar em consideração ainda que muitos outros componentes de um computador, como a placa-mãe, cooler e o gabinete são altamente dependentes da arquitetura da CPU – e praticamente cada um dos processadores que mencionei usando uma arquitetura diferente, exigindo um socket diferente e, portanto, uma placa-mãe, cooler e até mesmo RAM diferentes.

Quando trata-se de escolher qual deles é o melhor para você, vale a pena se perguntar duas coisas: quanto eu quero gastar e qual a velocidade que preciso?

Se você está procurando por uma CPU para jogos, cada uma dessas que mencionei, desde a mais barata até a mais cara, lidam com games de forma bem similar. Em nossos benchmarks utilizando o Civilizations VI e Rise of the Tomb Raider em uma máquina com uma Nvidia 1080 e as configurações ajustadas no máximo e a 4K, foi pouca a diferença entre os produtos. A GPU importa muito, muito mais nesse caso.

Média de quadros por segundo no Rise of the Tomb Raider. Maior é melhor. Gráfico: Alex Cranz (Gizmodo)

Média de quadros renderizados por milissegundos no Civilizations VI. Menor é melhor. Gráfico: Alex Cranz (Gizmodo)

Média de quadros renderizados por milissegundos no Civilizations VI. Menor é melhor. Gráfico: Alex Cranz (Gizmodo)

Nos benchmarks sintéticos, vimos que os produtos da Intel sempre vencem no comparativo com os competidores da AMD. Principalmente porque benchmarks sintéticos como Geekbench 4 ou WebXPRT tendem a favorecer a Intel (uma reclamação presente da AMD).

Pontuação de multi-core no Geekbench 4. Maior é melhor. Gráfico: Alex Cranz (Gizmodo)

Pontuação de single-core no Geekbench 4. Maior é melhor. Gráfico: Alex Cranz (Gizmodo)

Pontuação do WebXPRT 2015. Maior é melhor. Gráfico: Alex Cranz (Gizmodo)

Tempo em segundos para redimensionar e converter arquivos RAW para JPEG no Photoshop. Quanto menor o número, melhor. Gráfico: Alex Cranz (Gizmodo)

Esses benchmarks têm como intenção nos oferecer uma compreensão melhor sobre como esses produtos se saem em tarefas do dia a dia, como navegação. Mas vamos falar a real: se você está gastando US$ 100 ou mais em uma CPU, você terá uma experiência muito boa. As chances é que os engasgos ocorram por culpa da RAM ou do seu armazenamento. A prova disso é o teste com o Photoshop, em que redimensionamos e convertemos uma série de imagens RAW para JPEG, e os resultados são praticamente idênticos.

Tempo em segundos para converter arquivos de vídeo 4K. Quanto menor o número, melhor. Gráfico: Alex Cranz (Gizmodo)

Tempo em segundos para renderizar uma imagem 3D no Blender. Quanto menor o número, melhor. Gráfico: Alex Cranz (Gizmodo)

Na verdade, o único lugar em que você percebe uma diferença na performance dessas CPUs, que, novamente, vão desde US$ 190 a US$ 900, é nos dois testes mais exigentes que fazemos. Em um deles nós analisamos quanto tempo demora para renderizar uma imagem 3D no Blender. Em outro, convertemos um grande vídeo 4K para 1080p. São tarefas bem pesadas e que consomem recursos de todos os núcleos e threads. É o único cenário em que você vê uma diferença significativa em todas essas CPUs. Neste caso, as coisas têm mais chances de sair como o esperado – uma CPU AMD com exigência de energia similar e o mesmo número de cores e threads provavelmente iria superar o produto mais caro da Intel.

Mas, surpreendentemente, o i9 9900K é uma exceção. Ele é muito rápido e compete bem com o AMD Ryzen Threadripper 2950X, um produto que custa US$ 400 a mais e exige quase o dobro de energia, além de possuir mais cores e threads.

Para a maioria das pessoas, esses são apenas grandes números. E não uma compra viável. A menos que você passe muito tempo renderizando vídeos e objetos 3D, o i9 9900K simplesmente não vale os US$ 500. As opções da AMD serão praticamente tão rápidas quanto ele em tarefas cotidianas e por praticamente metade do preço. Em compensação, essa mesma sentença é válida ao comparar o i9 9900K ao Threadripper. Você entende o que eu quero dizer? O cenário não é de comparação tão direta quanto já foi.

Qual deles você deveria comprar? Para a maioria das pessoas, o i5 mais recente ou o Ryzen 5 serão o suficiente – escolha o seu de acordo com o orçamento. Mas você quer velocidades de renderização no nível de um Threadripper, saiba que o i9 9900K custa quase a metade e é uma excelente opção.

Pode parecer mais difícil descobrir qual CPU é a melhor para você, mas esse é o cenário de agora. Não importa o seu orçamento, tanto a AMD quanto a Intel estão produzindo CPUs muito rápidas. E você será bem atendido.

Resumo

• É um processador muito rápido mesmo;
• É mais caro do que o seu competidor teórico, mas mais barato do que uma CPU que tem performance ligeiramente melhor;
• Apenas siga o seu orçamento, você não irá se desapontam com a Intel nem com a AMD neste momento.

Imagem do topo: Alex Cranz (Gizmodo)