A Apple tem sido relativamente discreta com hardware desde o lançamento dos novos iPads Pro, em setembro. Porém, se os novos rumores estiverem certos, podemos ver uma variedade de novos produtos entre março e junho deste ano, incluindo uma segunda geração de AirPods, um novo tablet e até mesmo o aguardado carregador sem fio.

Começando pelos populares fones de ouvido sem fio da Apple, a expectativa é que os AirPods 2 tenham a mesma aparência do modelo atual. Porém, eles devem oferecer baixos melhores e um revestimento macio parecido com o que o Google usa na traseira do Pixel 3, de acordo com uma fonte do MySmartPrice.

Essas melhorias não parecem ser substanciais para um upgrade, mas se você combinar isso com novos sensores e monitores de saúde e exercícios que foram mencionados em rumores anteriores, a coisa fica mais interessante.

Infelizmente, o MySmartPrice afirma que os novos AirPods não terão uma autonomia de bateria muito melhor, já que o novo modelo teria baterias do mesmo tamanho da versão atual. Isso desanima um pouco, já que um dos principais problemas do AirPods é sua autonomia medíocre. Os boatos apontam ainda que a Apple deve disponibilizar a nova geração de seus fones em preto e branco.

A notícia ruim é que essas novidades, especialmente a melhoria de áudio e monitoramento de saúde, devem tornar os próximos AirPods mais caros, começando em US$ 200 em vez dos US$ 160 cobrados atualmente.

Há ainda rumores sobre uma renovação de iPads Mini. Eu basicamente desisti de esperar por um modelo novo, mas uma reportagem do Mac Otakara afirma que o iPad Mini 5 está a caminho, com o mesmo design e dimensão do iPad Mini 4 (que foi lançado há quase quatro anos). Essa notícia é boa e ruim: embora o tamanho dos iPad Mini anteriores sejam ideais para ler quadrinhos ou revistas, é zoado saber que as bordas do iPad Mini 5 devem permanecer grandonas como as atuais. E o aparelho pode vir com porta Lightning, em vez de uma USB-C.

O pessoal do Mac Otakara diz que o iPad Mini 5 não terá um processador novo, e em vez disso deve contar com um chip A10 (o mesmo do iPhone 7), ou um chip A10X (que é o que é usado na Apple TV 4K).

Finalmente, a mesma fonte que falou com o MySmartPrice sobre os AirPods 2 supostamente mencionou que o carregador sem fio da Apple – que foi anunciado em 2017 – deve chegar até junho. Desde o anúncio do AirPower, parece ter havido algumas adaptações. O blog afirma que a nova base de carregamento será “ligeiramente mais grossa do que o originalmente esperado” devido a uma nova configuração da bobina de carregamento sem fio 8-7-7-7.

Essa configuração da bobina para o carregamento sem fio parece resolver os problemas relatados anteriormente, que diziam que o AirPower estava “condenado” por não conseguir gerenciar o calor que incidia sobre os dispositivos durante o carregamento.

O pessoal do MySmartPrice também acrescentou que a Apple está planejando criar alguns recursos “exclusivos” para o AirPower, mas esses recursos podem não estar disponíveis até que o iOS 13 seja lançado. Isso significa que o AirPower, com um preço de lançamento de US$ 150, pode ser apenas uma alternativa cara aos carregadores sem fio atuais – pelo menos no início.

Se todos esses rumores estiverem certos, podemos esperar um trimestre bem mais animado do que o de 2018, quando foi lançado apenas um iPad de 9,7 polegadas com suporte a Apple Pencil.

[MySmartPrice, Mac Otakara]