No início do ano, soubemos que a Poco ia se tornar uma marca independente da Xiaomi. Nesta terça-feira (4), a marca apresentou o seu primeiro smartphone, o Poco X2, para o mercado indiano. De modo geral, o aparelho é um intermediário bem decente, com múltiplas câmeras, uma boa bateria e tela de 120 Hz.

Sobre as especificações, ele é praticamente o Redmi K30 4G que a Xiaomi apresentou no fim de 2019. O Poco X2 tem chip Qualcomm Snapdragon 730G, tela de 6,67 polegadas com taxa de atualização de até 120 Hz, bateria de 4.500 mAh (carregador de 25W) e sistema MIUI personalizado pela Poco.

Caixa do smartphone Poco X2Poco X2 vem com uma capinha

Com essa taxa de atualização na tela, a marca parece querer atender um público gamer, mas que não quer gastar rios de dinheiro com um smartphone. Tanto é que o aparelho conta com um sistema chamado LiquidCool Tecchnology, que ajuda a resfriar o telefone quando é muito exigido por algum app ou game.

Como boa parte dos smartphones mais novos, o Poco X2 tem um monte de câmeras. Na traseira, são quatro sensores:

  • principal Sony IMX686de 64 MP f/1.89;
  • grande angular de 8 MP f/2.2;
  • macro de 2 MP f/2.4;
  • de profundidade de 2 MP f/2.0.

Na frente, o Poco X2 tem duas câmeras, sendo uma de 20 MP e outra de 2 MP.

O aparelho tem diversas versões de configuração, então, de modo geral ele suporta até 8 GB de RAM e até 256 GB para armazenamento. Estas são as versões:

  • 6 GB de RAM + 64 GB de armazenamento por 15.999 rupias (cerca de R$ 955);
  • 6 GB de RAM + 128 GB de armazenamento por 16.999 rupias (cerca de R$ 1.014);
  • 8 GB de RAM + 256 GB de armazenamento por 19.999 rupias (cerca de R$ 1.193).

O Pocophone F1 chegou ao Brasil via Xiaomi, por meio de sua distribuidora oficial, a DL Eletrônicos, e em marketplaces. Pelo menos entre entusiastas da marca chinesa, o smartphone sempre aparecia entre os mais elogiados. Quanto ao Poco X2, só o tempo dirá se a marca chegará por aqui ou não.

[Poco via El Androide Libre]