A bela imagem acima é a galáxia de Andrômeda. Uma vizinha que está logo ali, a 2.5 milhões de anos-luz de distância. E este novo retrato foi tirado por uma nova câmera de telescópio que ainda tem uma vida inteira de imagens estelares pela frente.

Esta foto foi inicialmente tirada com um instrumento chamado Hyper-Suprime Cam (HSC), que fica dentro do telescópio japonês Subaru e captura imagens de alta resolução e grande angular do cosmos. O mais interessante é que elas são sensacionais sem a necessidade de nenhum tipo de manipulação: isso é o espaço do jeito que ele é.

A imagem inaugural de Andrômeda é apenas o começo para a HSC. A ideia é que ela tire fotos de todas as galáxias que encontrar, e então astrônomos usarão os dados para aprender mais sobre as massas gigantes de matéria em torno delas em um fenômeno chamado “lente gravitacional”. Essas coisas incríveis do espaço.

Diretor do grupo de ciência da HSC, Masahiro Takada explicou os planos da seguinte forma:

Os dados permitirão aos cientistas mapearem a distribuição de matéria escura, limitarem a natureza da energia escura, e procurar por galáxias novas que acabaram de nascer no universo.

Parece demais. Enquanto isso, vamos apreciar a bela vista. [Space]