Há cerca de um ano, ex-diretores e ex-engenheiros da Nokia se reuniram para dar vida nova ao MeeGo. Ele evoluiu, ganhando nova interface e compatibilidade com apps para Android.

Agora, Marc Dillon – um dos cofundadores – demonstra como funciona o Jolla, primeiro smartphone da empresa, e o primeiro a rodar o Sailfish OS.



Como vimos antes, ele traz muitas novidades na interface. Basicamente, ela dispensa botões físicos: toque duas vezes na tela para ativá-la (como no Nokia N9!); acesse menus deslizando a partir da borda superior da tela; e volte à tela inicial passando o dedo na borda esquerda.

A tela inicial reúne os apps abertos, e como você pode notar no vídeo, o WhatsApp está lá. É que, como prometido, o Jolla será compatível com apps para Android – mas você precisa baixar o apk, já que o Google Play não está disponível no aparelho. Também há um SDK para desenvolvedores criarem apps nativos, é claro.

O Jolla foi anunciado em maio, mas só recentemente a empresa revelou todas as especificações. Já sabíamos que ele possui tela de 4,5 polegadas, mas agora temos a resolução: apenas 960×540 pixels. Ela vem com Gorilla Glass 2.

O processador também não é mais mistério: trata-se de um Snapdragon dual-core de 1,4GHz. Ele vem acompanhado com 1 GB de RAM. E, como visto antes, há 16GB de armazenamento com suporte a microSD.

Além disso, há uma câmera traseira de 8 megapixels com flash LED, mais uma câmera frontal de 2 MP. A bateria de 2.100 mAh é removível.

jolla-app-grid-fixed

Jolla_PoppyRed

O Jolla também possui um acessório curioso, chamado “Other Half”: é uma capa traseira que, ao se encaixar no aparelho, acrescenta funcionalidades a ele. Por exemplo, ela vem com NFC!

Mas não para por aí: ao encaixar a capinha, ela pode mudar a cor e as fontes da interface, ou abrir um app que você escolher. Como? Através do barramento I²C: a capa tem um circuito inter-integrado que se conecta ao celular para enviar comandos a ele. (Também há entrada e saída de energia na capinha para o circuito funcionar.)

A Other Half é algo realmente inovador, mas será o bastante para compensar as especificações de 2011 no aparelho?

É possível! O Jolla estava em pré-venda desde maio e, em julho, a empresa vendeu toda a primeira leva de dispositivos. Agora há uma segunda leva, disponível apenas na Finlândia, por €399 (cerca de R$ 1.200). Ele é oferecido em parceria com a finlandesa DNA, primeira operadora do mundo a lançar o smartphone.

O Jolla será lançado até o final do ano. [Youtube, Jolla via JollaUsers]

jolla-camera-3

jolla-mt