Alguns smartphones mais recentes já oferecem um recurso que muda automaticamente a taxa de atualização dependendo do que você estiver fazendo — por exemplo, aumentar para 120 Hz durante um jogo e diminuir para 30 Hz na leitura de notícias. Pois eis que a Microsoft adotará um sistema semelhante no recém-anunciado Windows 11 para ajudar na economia de bateria e elevar taxas de atualização só quando for realmente necessário.

O recurso nativo, chamado Dynamic Refresh Rate (DRR), já aparece na primeira versão de testes do novo software, lançada no início desta semana para usuários do programa Insider. Segundo Ana Marta, gerente de programa da equipe gráfica da Microsoft, “o Windows 11 alternará perfeitamente entre taxas de atualização mais altas e mais baixas com base no que você estiver fazendo no seu PC”.

Muitos notebooks já contam com telas de 120 Hz por padrão, alguns podendo alcançar taxas superiores, a partir de 144 Hz. Essa especificação deixa a animação de rolagem ou troca de páginas muito mais suave, porém impacta diretamente no consumo de bateria. Além disso, o Windows 10 atual não tem um sistema automático de ajuste dessas taxas — precisa ser sempre entre 60 Hz e 120 Hz. Com a novidade anunciada para Windows 11, a navegação continuará fluida, mas sem drenar tanto a bateria.

Assine a newsletter do Gizmodo

No entanto, há alguns pontos importantes a serem destacados. Primeiro, obviamente, é necessário ter um dispositivo ou monitor que ofereçam suporte para taxas de 120 Hz ou superior, além de um novo driver gráfico (WDDM 3.0). Segundo, apesar de ser uma solução nativa do Windows 11, os desenvolvedores precisarão adaptar seus aplicativos para funcionarem com a plataforma. É normal que, neste momento em que o Windows 11 está em fase de testes, poucos programas sejam compatíveis, e a própria Microsoft afirma estar trabalhando com empresas parcerias para que o DRR seja incluído em mais produtos.

Por fim, o Dynamic Refresh Rate não deve ser confundido com Variable Refresh Rate (VRR), uma vez que o DRR se aplica apenas à interface do sistema operacional e não em jogos.

[The Verge, Microsoft]