A Xiaomi se rendeu ao entalhe com o lançamento do seu novo topo de linha, o Mi 8. A escolha é controversa, já que a fabricante chinesa vinha produzindo smartphones com displays 18:9 sem o “chifre”.

• Júri decide que Samsung deve pagar US$ 539 milhões à Apple por copiar partes do iPhone
• O primeiro smartphone gamer com luzes RGB é incrível e bobo ao mesmo tempo

O aparelho tem tela OLED de 6,21 polegadas fornecida pela Samsung, com resolução de 2248 x 1080 pixels. No meio do entalhe há uma câmera frontal aparentemente poderosa, de 20 megapixels.

Atrás, a câmera tem sensor duplo de 12 megapixels: o principal é um Sony IMX363 com lente grande angular e f/1,8; já o segundo se trata de um Samsung S5K3M3 com zoom óptico de 2x e f/2,4.

Processador Snapdragon 845 de 2,8 GHz, GPU Adreno 630, 6 GB de RAM e bateria de 3.400 mAh com tecnologia de carregamento rápido completam as especificações. A Xiaomi diz também que esse é o primeiro celular com GPS de dupla frequência, que promete mais precisão. Há opções de 64, 128 e 256 GB de armazenamento.

O acabamento é de vidro curvado na traseira e ao redor há uma moldura de alumínio. A versão padrão vem com leitor de impressões digitais na traseira. Ah, nada de plug para fone de ouvido, o negócio é USB-C mesmo.

Explorer Edition


Falando em acabamento, a Xiaomi lançou uma versão especial do modelo. Chamada de “Explorer Edition”, ela tem traseira de vidro transparente que revela alguns componentes como a bateria e o chipset. O leitor de impressões digitais dessa versão é integrada à tela, utilizando sensibilidade à pressão.

Quem preferir, pode desbloquear o celular com um reconhecimento facial 3D, parecido com a tecnologia FaceID, da Apple – tem até um equivalente do Animoji no software da Xiaomi.

Mi 8 SE


A Xiaomi lançou uma versão mais básica, também. O visual é o mesmo, o que muda é o tamanho da tela (OLED de 5,88 polegadas) e o processador (vem com o intermediário Snapdragon 710).

Preço e disponibilidade

O Mi 8 será lançado no dia 5 de junho na China, custando 2.699 yuan (cerca de R$ 1.570, em conversão direta. Já a versão Explorer é mais cara: 3.699 yuan (R$ 2.156). Por fim, a versão SE será vendida por 1.799 yuan (R$ 1.048).