Castores derrubaram o serviço de Internet de cerca de 900 clientes em uma remota comunidade canadense no fim de semana depois de roerem cabos de fibra cruciais, informou a Canadian Broadcasting Corporation (CBC) no domingo (25). A queda, que já foi resolvida, também afetou 60 clientes de TV a cabo e interrompeu o serviço de telefonia celular local, de acordo com um comunicado da operadora da área, Telus.

Tumbler Ridge, um pequeno município no nordeste da Colúmbia Britânica com uma população de cerca de 2 mil pessoas, ficou sem serviço por cerca de 36 horas no que Telus descreveu como uma “perturbação exclusivamente canadense!”

“Os castores mastigaram nosso cabo de fibra em vários pontos, causando grandes danos”, disse a porta-voz da Telus, Liz Sauvé, em um e-mail para o Gizmodo. “Nossa equipe localizou uma barragem próxima e parece que os castores cavaram o subsolo ao longo do riacho para alcançar nosso cabo, que está enterrado a cerca de um metro abaixo do solo e protegido por um eletroduto de 11,4 cm de espessura. Os castores mastigaram primeiro o eletroduto antes de mastigar o cabo em vários locais.”

Depois de cair na manhã de sábado, o serviço foi restaurado pouco antes das 19h30 (horário de Brasília) no domingo, confirmou Sauvé. Em seu comunicado, a empresa disse que as equipes trabalharam “sem parar” para resolver o problema e determinar até que ponto os danos continuaram ao longo do cabo. A Telus trouxe equipamentos e técnicos adicionais para lidar com “condições desafiadoras” devido ao fato de que o solo acima do cabo está parcialmente congelado nesta época do ano.

Assine a newsletter do Gizmodo

Os castores aparentemente estavam procurando materiais para construir sua casa. Uma foto tirada do local mostra que eles usaram fita adesiva de fibra, geralmente enterrada vários metros abaixo da terra, como parte de sua barragem, relata o CBC.

Telus disse estar “muito triste por esta interrupção”, mas também pareceu reconhecer o humor em uma situação tão bizarra. Em declarações à CBC, Sauvé chamou o fiasco de “um incidente muito incomum e exclusivamente canadense”.