O ator Alec Baldwin anunciou que vai fazer uma entrevista ao vivo em sua conta no Instagram com o diretor Woody Allen. Na rede social, o astro de Hollywood publicou um vídeo e, na legenda, já rebateu possíveis críticas que poderia receber associadas ao cineasta — acusado de abuso sexual.

A entrevista acontece nesta terça-feira às 11h30 (horário de Brasília). “Na próxima terça-feira, dia 28, eu farei uma live no Instagram com…”, comentou Alec Baldwin em um vídeo publicado na rede social, onde anunciou a entrevista,  mostrando um livro do cineasta Woody Allen.

Na legenda da publicação, já adiantou: “Começo isto aqui dizendo que eu tenho zero interesse nos julgamentos e posts hipócritas de qualquer um aqui. Eu sou alguém que, obviamente, tem suas próprias opiniões, e não poderia me importar menos com as especulações de qualquer outra pessoa. Se você acredita que um julgamento deve ser conduzido por meio de um documentário da HBO, isso é problema seu”, escreveu. 

Baldwin se referiu a “Allen vs Farrow”, uma série documental da HBO que explorou o relacionamento do diretor com a atriz Mia Farrow e as alegações de agressão sexual por sua filha adotiva Dylan Farrow, em 1992. 

Na época, duas investigações que correram paralelas apontaram para a inocência do cineasta, mas o caso voltou à tona com o movimento #MeToo, que gerou uma onda de denúncias sobre abusos em Hollywood a partir de 2017. Você pode ver a publicação clicando aqui.

Baldwin e Allen trabalharam juntos em diversos filmes ao longo de suas carreiras, incluindo “Simplesmente Alice” (1990), “Para Roma com Amor” (2012) e “Blue Jasmine” (2013). Alec se manteve ao lado do diretor diante do ressurgimento das acusações, assim como Diane Keaton, Scarlett Johansson, Larry David, Javier Bardem e Jude Law. Outros artistas que trabalharam com ele, como Kate Winslet, Rebecca Hall, Colin Firth e Timothée Chalamet, já se manifestaram contra o cineasta.

Assine a newsletter do Gizmodo

Além disso, o próprio Alec Baldwin possui polêmicas recentes atreladas a seu nome, em especial a morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins, com um tiro acidental partindo de uma arma empunhada pelo ator durante as filmagens do filme “Rust”.

Uma investigação do Departamento do Xerife do Condado de Santa Fé sobre o incidente está em andamento. A família de Hutchins entrou com um processo de homicídio culposo contra Baldwin e a equipe e produtora de “Rust” em fevereiro.