Todos nós achamos que o AirPower estava morto no ano passado. Na época, a Apple disse que os protótipos do seu suporte de carregamento sem fio simplesmente não alcançavam os altos padrões da empresa. Só que parece que a empresa decidiu reviver o projeto.

Jon Prosser, famoso por vazar informações no Twitter, afirmou no fim de semana que a Apple está tentando reprojetar o carregador do zero, com foco em bobinas sem fio que “deslocariam o calor de maneira mais eficaz”. Ele disse também que novos protótipos estavam sendo feitos. Na thread, ele observou que nenhum dos protótipos atuais é compatível com o Apple Watch. Segundo ele, este é o maior obstáculo, pois a empresa se recusa a lançar um suporte que não funcione com o smartwatch.

De acordo com o MacRumors, Prosser tem um histórico decente no que diz respeito aos vazamentos do Google, mas o analista Ming-Chi Kuo disse que um suporte de carregamento sem fio menor está a caminho. Este deve ser um novo produto de hardware importante para a primeira metade de 2020.

Os tweets de Prosser também fazem menção a alguns dos rumores sobre o que pode ter levado a Apple a desistir do AirPower — isto é, dificuldades no gerenciamento de calor. Tentar enfiar 20 bobinas estranhas em um pequeno e elegante suporte fez com que os aparelhos esquentassem demais e não informassem corretamente o nível da bateria.

Mas Prosser falou de outros rumores além do AirPower.

Na semana passada, ele também tuitou que a Apple começou a produção em massa do iPhone 9. Embora o nome ainda não seja oficial, existem muitos rumores de que a Apple está trabalhando em um sucessor do iPhone SE, que foi um aparelho bastante popular. Basicamente, ele deve ter o mesmo design do iPhone 8, mas com componentes atualizados e um preço significativamente mais baixo, de aproximadamente US$ 400. Um relato recente também diz que é provável um iPhone 9 Plus seja lançado.

Prosser afirma que a Apple está atualmente trabalhando com a chinesa BYD para acelerar a produção, mas não há nenhum posicionamento oficial da empresa. Talvez porque ela tenha sido forçada a cancelar um evento planejado para março devido a preocupações com novo coronavírus.

No entanto, isso não impediu a Apple de lançar novos produtos. Na semana passada, ela anunciou um novo iPad Pro, um novo MacBook Air e o Powerbeats 4.

E quanto a um iPhone 12 5G? Prosser afirma que ainda vai rolar, mas é provável que enfrente atrasos significativos, possivelmente até novembro.