Rumores dizem que a Apple apostará forte em carros: ela estaria desenvolvendo software para condução autônoma, assim como o Google. Agora, ela anunciou um investimento de US$ 1 bilhão na Didi Chuxing, principal concorrente do Uber na China.

>>> Apple está preparando carro que dirige sozinho para concorrer com Google e Tesla



A ideia, segundo a Reuters, é entender melhor o mercado chinês e dar um grande passo na indústria automotiva.

A Didi Chuxing tem uma participação de mercado enorme, dominando 87% do mercado chinês de veículos chamados via aplicativo – são 11 milhões de viagens por dia. A empresa (antes conhecida como Didi Kuaidi) disse em comunicado que o financiamento da Apple foi o maior investimento que ela já recebeu.

Tim Cook diz à Reuters: “estamos fazendo o investimento por uma série de razões estratégicas, incluindo a oportunidade de aprender mais sobre certos segmentos de mercado da China”.

A China é o segundo maior mercado da Apple, mas as vendas vêm desacelerando por lá, sofrendo uma queda de 26% no último trimestre. O TechCrunch sugere que, se a Didi Chuxing usar a plataforma CarPlay, isso dará um incentivo para a Apple vender iPhones e serviços de software na China.

E apostar numa concorrente do Uber dá a chance perfeita para a Apple testar um software de condução autônoma. O Uber vem fazendo pesados investimentos em tecnologias para carros que dirigem sozinhos; e a General Motors fez parceria com o Lyft (outro concorrente do Uber) para testar carros autônomos já no ano que vem.

A Apple está sob pressão para se expandir a outros ramos de atividade: atualmente, ela depende bastante do iPhone, e as vendas de smartphones estão entrando em declínio.

O analista Neil Cybart analisou a variação anual dos valores de P&D (pesquisa e desenvolvimento) da Apple e notou que eles indicam o desenvolvimento de um grande produto – da mesma forma que os números mostram a época de desenvolvimento do iPhone/iPad e do Apple Watch.

nnolazpxga9nyahl09ic

Rumores dizem que, com o “Project Titan”, a Apple planeja produzir um carro elétrico até 2020.

[Reuters via Jalopnik]

Foto por Ng Han Guan/AP