Você pode dizer a si mesmo o que precisar para se sentir melhor em ter de olhar para a fenda na tela do seu smartphone o dia todo, mas continua sendo uma decisão estranha de design que serve como espaço reservado até que uma solução mais elegante para ocultar uma câmera frontal (e outras tecnologias) apareça. Enquanto a Apple parece não ter pressa em se livrar dela, a Oppo agora está exibindo um protótipo de smartphone que consegue esconder uma câmera selfie atrás da tela.

Ao tirar uma selfie, a parte da tela que oculta a câmera frontal fica preta para melhorar a qualidade da imagem. Foto: Twitter

Depois de anunciar a nova tecnologia há algumas semanas, a Oppo trouxe um protótipo para a feira MWC Xanghai, que acontece na China esta semana. De acordo com a empresa, o aparelho usa um material transparente especialmente desenvolvido para permitir que a luz passe através dos vários elementos de sua tela, além de uma estrutura de pixels redesenhada que melhora sua transmitância. A Oppo afirma que, enquanto a tela está ligada, a lente da câmera embaixo dela fica invisível, mas o Engadget Chinês conseguiu algumas fotos em close-up do protótipo, e a área que cobre a câmera parece se destacar do resto da tela ao examinar de perto.

Uma tela realmente sem moldura é a solução ideal para dispositivos móveis, pois eles permitem que o tamanho do visor aproveite ao máximo o tamanho do dispositivo. Mas recursos como leitores de impressão digital, câmeras selfie e o projetor de infravermelho que permite que o Face ID da Apple funcione, exigiram concessões feias como entalhes ou furos no canto da tela. A indústria está fazendo algumas incursões importantes para eliminar esses elementos, no entanto, com leitores de impressão digital sob a tela e câmeras giratórias que podem tirar fotos para frente ou para trás. (Embora mais partes móveis signifiquem mais formas de o seu telefone quebrar.)

A solução da Oppo parece ser a mais apropriada, mesmo que sua execução ainda não seja perfeita. Em um tuíte, a empresa revelou que algoritmos especiais de processamento de imagem são necessários para remover o embaçamento, ajustar o balanço de branco e corrigir outros problemas causados ​​pelas camadas extras de vidro e eletrônicos sobre a lente da câmera. Isso será um problema em geral, mas já vimos algoritmos assistidos por inteligência artificial removerem perfeitamente marcas d’água em fotos, então parece que uma combinação de software e hardware inteligente pode fazer com que a câmera selfie camuflada seja uma solução viável – eventualmente. Apesar do protótipo em funcionamento no MWC Xangai, a Oppo não anunciou quando um smartphone com a nova tecnologia chegará, embora a empresa alegue que está planejado para um futuro próximo.