Todos os domingos, o Gizmodo Brasil publicará os cinco textos mais lidos da semana.

Neste teve energia de fusão, brasileiro demitido da Marvel, viagem de Porto Alegre à serra gaúcha em 20 minutos com hyperloop, filme que ajudou no processo de luto e cientistas querendo ressuscitar mamute extinto há 10 mil anos.

Vamos relembrar?

Cientistas chegaram mais perto de fusão nuclear; entenda como

Não é de agora que cientistas tentam inúmeras maneiras para tornar a energia nuclear possível. Um pequeno experimento bem-sucedido de cientistas do Massachusetts Institute of Technology (MIT) e da startup Commonwealth Fusion Systems (CFS), levantou essa possibilidade. Fusão nuclear, ou energia por fusão, não existe comercialmente, apenas em laboratório.

Essa procura por novas fontes de energia renováveis, al levou os cientistas a mirarem na energia de fusão — a mesma que ocorre no Sol. Desta vez, chegamos um passo mais próximo do sonho, entenda como no link acima.

Brasileiro é demitido da Marvel após fazer ilustrações ofensivas

O desenhista Joe Bennett que ficou registrou sua marca por fazer O Imortal Hulk (de 2018) e trabalha com a Marvel desde 1994, em títulos como Espetacular Homem-Aranha e Aves de Rapina e até então era o responsável pela HQ Timeless, que será lançada em dezembro, foi demitido da Marvel.

Bennett foi acusado de fazer ilustrações “repreensíveis” em 2017. Na ocasião, o brasileiro desenhou o presidente Jair Bolsonaro (na época, deputado) como um herói, degolando os “ratos” de outros partidos. Além desse episódio, Joe Bennett também já apoiou agressão a jornalista e também já reforçou discursos de transfobia e homofobia.

De Porto Alegre à serra gaúcha em 20 minutos: o hyperloop é viável no Brasil?

Imagina percorrer uma distância de duas horas em apenas 20 minutos. A chave para esse salto estaria no Hyperloop, tipo de trem ultrarrápido que alcança uma velocidade máxima de 835 quilômetros por hora.

Caxias do Sul, cidade do interior gaúcho, está a 135 quilômetros de distância da capital, Porto Alegre — uma viagem que de, de carro, demora cerca de duas horas. No futuro, porém, viajantes poderão cumprir o trajeto em menos de 20 minutos. Bem, pelo menos é isso que espera uma fabricante estadunidense do setor de trens elétricos.

Um estudo feito pela empresa que assina o projeto, a HyperloopTT, em parceria com a UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e o governo do Rio Grande do Sul, analisou a viabilidade desse tipo de locomoção ultrarrápida no estado — o primeiro levantamento feito com veículos do tipo na América Latina.

Lana Wachowski explica como Matrix Resurrections ajudou no processo do luto

A arte salva! Durante um painel no Festival Internacional de Literatura de Berlim, Lana Wachowski, explicou como o filme Matrix Resurrections, que estreia em dezembro, a ajudou no processo de luto após perder seus pais e um amigo próximo.

“Uma noite, eu estava chorando e não conseguia dormir, e meu cérebro imaginou toda essa história”, disse Wachowski. “E eu não podia ter minha mãe e meu pai, mas de repente eu tinha Neo e Trinity, indiscutivelmente os dois personagens mais importantes da minha vida.”

Assine a newsletter do Gizmodo

Wachowski também falou do conforto imediato que ter os dois personagens vivos novamente tinha para ela, além de exaltar a importância da arte na vida das pessoas.

Por que cientistas querem “ressuscitar” mamute extinto há 10 mil anos?

A empresa americana Colossal anunciou que tem planos de trazer à vida um mamute extinto há 10 mil anos. Como? Utilizando reprodução híbrida a partir do DNA. A técnica é um misto de clonagem com inssiminação artificial e pode restaurar espécies há muito extintas — como nosso amigo mamute — para repovoar a terra. Explicamos acima como funciona.