Após uma breve aposentadoria no Windows 10, a Microsoft está ressuscitando o clássico programa “Gravador de Som”. O aplicativo foi personalizado para combinar com o visual do Windows 11 e foi liberado para teste por usuários do programa Windows Insider.

Segundo a empresa fundada por Bill Gates, o Gravador de Som substituirá o atual aplicativo do “Gravador de voz”. Além dos recursos antigos, o programa ganhará a possibilidade de alterar o dispositivo de gravação, assim como trocar o formato de arquivo de áudio (incluindo o padrão m4a, bem como mp3, wma, flac e wav).

Além disso, o aplicativo ganhará um visualizador na forma de onda, que aparece durante a gravação e reprodução. Segundo apontou o site Ars Technica, o Gravador de Som também terá a possibilidade de alterar a velocidade de reprodução, e também definir marcadores.

Repaginada em apps clássicos do Windows

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que a Microsoft revive aplicativos clássicos do sistema operacional. Isso inclui a recente repaginação do Media Player, conforme você viu aqui no Gizmodo.

Na lista de programas antigos que ganharam versões modernizadas também estão o Paint, Bloco de Notas, Fotos, Relógio, Calculadora e Ferramenta de Recorte, conforme visto no vídeo abaixo:

Segundo Dave Grochocki, gerente líder de aplicativos para o sistema operacional, a empresa pretende soltar novas atualizações nos próximos meses. “Continuaremos ouvindo seus comentários e aproveitando a incrível comunidade de Windows Insiders para experimentar novas ideias à medida que damos vida a novas experiências de aplicativos no Windows 11”, afirmou Grochocki, em comunicado.