O anúncio da saída de Jony Ive, o cara do design da Apple, pegou muita gente de surpresa, além de fazer com que pessoas especulassem quanto ele tem para receber de INSS. Não houve grandes explicações sobre a saída — apenas foi dito que Ive continuaria prestando serviços para a Apple por meio de sua própria empresa. No entanto, duas reportagens recém publicadas começam a dar um pouco de contexto sobre o processo — após a repercussão, Tim Cook, CEO da Apple, contestou alguns relatos obtidos nas histórias.

Aparentemente, a saída tem relação com uma mudança de foco dentro da empresa. Um dos diferenciais da Apple é que a companhia sempre teve designers no comando. Isso fez com que tradicionalmente a empresa apresentasse produtos bonitos e bem acabados. No entanto, matérias do Wall Street Journal e da Bloomberg citando fontes anônimas dão conta de que houve uma mudança de operações, deixando a parte de design um pouco de lado.

O último produto em que Jony Ive participou ativamente do processo foi o primeiro Apple Watch, em 2015. Para ele, o relógio deveria ser uma peça de design, e não apenas um acessório do smartphone. Havia até algumas versões de Apple Watch de ouro, que custavam US$ 17 mil. Porém, segundo o Wall Street Journal, milhares dessas unidades nunca foram vendidas.

Depois do lançamento do smartwatch, Ive pediu para se afastar um pouco das tarefas do dia a dia para poder ter “tempo e espaço para pensar”. Mesmo assim, a reportagem do WSJ fala que ocasionalmente o responsável pelo design não aparecia em reuniões ou mesmo na “semana do design”, algo que ele havia sugerido para que os designers discutissem o trabalho que seria feito no iPhone X.

As reportagens dizem ainda que Tim Cook, CEO da Apple, não era tão ligado em design como Steve Jobs, e isso fez com que Ive perdesse cada vez mais o interesse. Prova disso é que, com o tempo, ele passou a ir cada vez menos para a sede da Apple em Cupertino e fazendo cada vez mais reuniões em San Francisco, onde ele vive.

A troca de ideias entre Steve Jobs e Jony Ive acabou resultando em uma série de produtos da Apple, como o iPhone, o iPad, o MacBook Air e até mesmo o Apple Park, a sede da companhia inaugurada em 2017. Como nota o Engadget, dispositivos recentes da Apple, como o HomePod e o iPhone X, não tiveram tanto sucesso, sem contar no AirPower, um carregador múltiplo que foi apresentado e posteriormente cancelado.

Com a saída de Ive, Evans Hankey vai assumir a área de design de hardware. No entanto, como observa a Bloomberg, ele vai se reportar para Jeff Williams, chefe de operações da companhia. “A equipe de design [da Apple] é composta por gente muito criativa, mas agora existe uma barreira do time de operações que não existia antes. As pessoas estão com medo de serem inovadoras”, disse um ex-executivo da Apple para a publicação.

Nos últimos anos, até para diversificar receitas, a Apple passou a se concentrar em serviços, como um sistema de streaming próprio, uma plataforma de games, um serviço de assinatura de jornais e revistas e até um cartão de crédito nos Estados Unidos. Na parte de software, a companhia tem se vendido como “protetora de privacidade” dos usuários. Agora, resta saber se, na parte de hardware, a empresa da maçã conseguirá criar novas categorias de produto ou se continuará apresentando evoluções incrementais.

Após a repercussão das reportagens, Tim Cook, CEO da Apple, enviou um e-mail para o repórter Dylan Byers, da NBC, dizendo que a história do Wall Street Journal é absurda. Abaixo, o que é dito por Cook:

Oi, Dylan,

Espero que esteja tudo bem.

A reportagem é absurda. Um monte de coisas que foram relatadas, e certamente as conclusões [da reportagem] não correspondem à realidade. Em um nível básico, mostra uma falta de compreensão sobre como a equipe de design funciona e como a Apple funciona. Ela [a reportagem] distorce relacionamentos, decisões e eventos de modo que nós não reconhecemos a empresa  descrita na história.

A equipe de design é fenomenalmente talentosa. Como Jony disse, eles estão mais fortes do que nunca, e tenho completa confiança que eles vão ser bem sucedidos sob a liderança de Jeff, Evans e Alan. Sabemos a verdade e sabemos das coisas incríveis coisas que eles são capazes de fazer. Os projetos que eles estão trabalhando vão impressionar vocês.

Cumprimentos,
Tim