Um dia depois do Facebook anunciar a smart display Portal, o Google estreou um dos seus dispositivos de internet das coisas mais cheio de funções. Sendo bem direto, trata-se de um Google Home (um alto-falante inteligente) com uma tela, chamado de Google Home Hub, e que vai ser vendido nos EUA por US$ 150.

Google continua a apostar em fotografia com o novo Pixel 3

Apesar das preocupações com privacidade e pouco senso de utilidade, quase 27% das residências do EUA compraram um assistente digital. Isso fez com que mais pessoas passassem a experimentar luzes inteligentes, câmeras de segurança e micro-ondas que podem ser controlados com comandos de voz. Embora o mercado nesse ramo esteja crescendo, telas são mais úteis, especialmente se você curte cozinhar.

Um dos recursos prometidos pelo Google tem relação direta com isso: usar o Google Home Hub enquanto você assiste a tutoriais ou vídeos do YouTube com instruções para preparar algum prato. Será possível também configurar alarmes e timers para você não se esquecer de algo no forno.

O Google chega nesse ramo de smart display após a Amazon e a Lenovo. No entanto, a companhia tem como vantagem o Google Assistant, que é um bom assistente de voz e fornece uma experiência sólida para utilização em casa, além de ter suporte ao YouTube. Aliás, existe uma briga entre as Google e Amazon nesse ramo e pode ser que a plataforma de vídeo nunca esteja presente na linha Echo de smart displays.

Para o Google Home Hub, a companhia fez uma versão otimizada do YouTube para tela e para funcionar apenas com comandos de voz. Foram também personalizados serviços como busca, mapas, calendários e fotos.

Desses, um dos que talvez vai ser mais útil é o de fotos. A funcionalidade Live Albums pega imagens de sua conta do Google Photos para exibir no Home Hub, como se fosse um porta-retrato digital. A companhia promete não mostrar fotos ruins tiradas pelas pessoas, pois utiliza machine learning para escolher as melhores.

O produto do Google lembra muito o produto lançado pela Lenovo recentemente nos EUA. Você pode controlar várias funções de sua casa conectada por meio da plataforma da plataforma Android Things (versão do sistema para internet das coisas). Tudo isso é feito por meio de uma interface simples. Você não vai precisar usar múltiplos apps, pois o Google diz que sua plataforma é compatível com 200 milhões de aparelhos de mais de 1.000 marcas. Então, você vai poder mudar a temperatura do termostato da sua casa, ter informações sobre a previsão do tempo e navegar na web.

O alto-falante traseiro é coberto com o mesmo material que já vimos em outros aparelhos da linha Home do Google, e o Home Hub estará disponível nas cores verde, rosa, cinza escuro e branco. A pré-venda nos EUA, Austrália e Reino Unido começa nesta terça-feira e a entrega (junto com a disponibilização no varejo) será no dia 22 de outubro.

[Google]