A LG não é de se deixar ficar para trás por sua rival sul-coreana. Por isso, logo depois do lançamento do Galaxy S10 5G, a companhia anunciou no MWC 2019 (feira de tecnologia realizada em Barcelona) o seu próprio smartphone 5G: o V50 ThinQ 5G.

Por fora, o V50 5G tem o mesmo chassi do V40 lançado no ano passado, mas com novos componentes. Entre eles o processador Qualcomm Snapdragon 855 com modem X50 5G, suporte para o Wi-Fi 6 e uma bateria maior de 4.000 mAh.

A companhia ainda incluiu um logo 5G amarelo na traseira do aparelho que acende quando você toca a tela. A escolha da cor tem a ver com a parceria com a operadora norte-americana Sprint.

No entanto, ao contrário do LG G8, o V50 5G não tem câmera frontal com sensor de profundidade, nem a tela Crystal OLED. Eles optaram por serem mais tradicionais e incluíram um par de alto-falantes estéreos, display OLED de 6,4 polegadas e câmera dupla na traseira (um sensor principal de 12 megapixels e outro de 16 megapixels com lente grande angular).

O V50 5G também oferece câmera de selfie dupla. E a funcionalidade do modo retrato para vídeos funciona no aparelho também, não importa se você está usando os sensores frontais ou traseiros.

Para lidar com o aquecimento gerado pelos modems 5G, a LG aumentou o tamanho do sistema de resfriamento por câmara de vapor em 40%.

A coisa mais esquisita do V50 5G é seu acessório de Tela Dupla. Basicamente, você encaixa uma tela OLED adicional de 6,2 polegadas na lateral do aparelho. A LG diz que a tela pode ser utilizada para multitarefas e possui uma interface de usuário que facilita mover aplicativos de uma tela para a outra. O acessório também pode ser usado como um controle dedicado para games.

A Tela Dupla transforma o V50 em um sanduíche 5G. E acho que esse é um jeito de dar uma resposta à concorrência que tem ostentado telas dobráveis, como o Samsung Galaxy Fold ou o Huawei Mate X.

Ainda não há informações de disponibilidade e preços para o V50 5G. A LG diz que o modelo estará disponível na operadora Sprint ainda na primeira metade de 2019.