Quase todas as empresas de tecnologia possuem espaços para estar em contato com a comunidade de desenvolvedores e startups. O Google, por exemplo, tem o Campus, enquanto o Facebook tem o Espaço Hack. Nesta quarta-feira (17), foi a vez de a Microsoft anunciar o Reactor, um lugar para reunir startups e desenvolvedores com cursos, palestras e treinamentos em tecnologia em São Paulo.

O Reactor está presente em vários países. A unidade de São Paulo é a primeira da América Latina. Ela fica nas instalações do coworking Distrito Adtech, no bairro dos Jardins.

E como promover cursos e meetups em tempos de isolamento social causado pelo novo coronavírus?

Bem, a Microsoft começará fornecendo alguns cursos online durante as primeiras dez semanas do Microsoft Reactor.

São eles: ciência de dados, aprendizado de máquina, serviços de IA, blockchain e desenvolvimento web. Os conteúdos serão disponibilizados gratuitamente e contam com uma abordagem que vai do nível introdutório ao avançado, segundo a empresa.

Sobre os encontros presenciais, não tem jeito: a Microsoft vai esperar a pandemia ser controlada. Por ora, só vão rolar estes cursos citados acima e painéis online.

De acordo com a empresa, muitos treinamentos serão ministrados por desenvolvedores ou startups presentes em outros Microsoft Reactor pelo mundo, como Redmond (EUA), San Francisco (EUA), Londres (Reino Unido), Nova York (EUA), Estocolmo (Suécia), Bangalore (Índia) e Xangai (China).

Se você quiser dar uma olhada nos painéis programados para os próximos dias, basta acessar a página do Microsoft Reactor São Paulo.