A Motorola lançou seu novo celular da linha One: o Motorola One Action. O destaque é a câmera: um conjunto triplo que inclui uma lente grande-angular de 117° que filma na horizontal mesmo com o celular na vertical. O preço sugerido é R$ 1.799.

O Motorola One Action é muito parecido com o Motorola One Vision, lançado há alguns meses. Os dois, como o nome sugere, fazem parte do programa Android One, que promete atualizações de sistemas mais rápidas. Eles também compartilham várias especificações técnicas e componentes, como:

  • processador Exynos 9609 (octa-core com 2,2 GHz de clock);
  • tela Full HD+ de 6,3 polegadas e proporção 21:9;
  • 4 GB de RAM;
  • 128 GB de armazenamento e slot microSD para mais 512 GB;
  • bateria de 3.500 mAh e carregador rápido de 10 W.

A principal diferença entre os dois está nas câmeras. O One Vision tem na traseira uma câmera dupla com um sensor principal de 48 megapixels (com Quad Pixel, tecnologia que combina quatro pontos em um, resultando em imagens de 12 megapixels).

O One Action, por sua vez, tem câmera tripla. Como um porta-voz da Motorola disse, essa é a primeira vez que um aparelho da marca tem três câmeras na parte de trás — a marca, segundo ele, não quer entrar nessa guerra de números e, sim, trazer mais recursos inovadores.

No caso do One Action, o recurso inovador em questão está no fato de esta terceira câmera ser uma “câmera de ação”. Sua lente é uma grande angular com ângulo de visão de 117º, e seu sensor está “virado” em 90°. Com isso, mesmo segurando o aparelho na vertical, o vídeo é filmado na horizontal.

Motorola One Action
Modelo XT2013-1, 128 GB, 6.34'', Azul Denim, 3 câmeras
O Gizmodo Brasil pode ganhar comissão sobre a venda.

Segundo a Motorola, isso permite gravar cenas em movimento com mais facilidade e naturalidade, sem que seja necessário abrir mão do enquadramento horizontal dos vídeos. A empresa promete, aliás, que sua câmera consegue colocar 4x mais espaço na cena registrada — o parâmetro é uma câmera com ângulo de visão de 78°. Além disso, os vídeos contam com estabilização eletrônica de imagem.

Em uma breve experiência com o celular, a câmera realmente parece ter um ótimo ângulo de visão, e oferece inclusive a possibilidade de fazer vídeos em Full HD a 60 quadros por segundo. Como era de se esperar para um ângulo tão grande, há alguma distorção nas imagens. A estabilização eletrônica parece funcionar de maneira satisfatória.

De resto, como smartphone, a tela em uma proporção mais alongada chama a atenção, assim como no One Vision. Mesmo assim, o aparelho parece confortável de segurar e fácil de usar. A experiência do Android quase puro — há algumas alterações já famosas da Motorola, como a tela com notificações com o aparelho bloqueada e o gesto de girar maçaneta para abrir a câmera — é também bastante agradável.

O Motorola One Action já está nas lojas, com preço sugerido de R$ 1.799. É menos do que o preço de lançamento do One Vision, que chegou por R$ 1.999. Segundo um porta-voz da empresa, a ideia é que os aparelhos da linha One não substituam os modelos que vieram antes, mas sim tragam diversas tendências buscadas pelos consumidores.

O aparelho está disponível nas cores azul-denim e branco-polar. Uma terceira cor chamada azulmarine, com tom turquesa, deve chegar em setembro.