E tem mais uma bomba explodindo na vida de Will Smith! A sequência de “Bright”, filme estrelado pelo ator que traz um mundo de elfos e monstros para a sociedade moderna, foi cancelada pela Netflix. A informação foi divulgada no Twitter pelo jornalista Lucas Shaw, da Bloomberg

Segundo Shaw, o corte veio não por conta incidente no Oscar 2022, onde Smith deu um tapa em Chris Rock, mas sim pela perda de US$54 bilhões que a plataforma sofreu. Vários projetos em andamento foram cortados também, ainda sem detalhes divulgados.

De acordo com novo relatório divulgado pela Bloomberg, uma série da National Geographic que seria apresentada por Will Smith foi adiada para o final do ano e, Lucas Shaw revelou que a Netflix abandonou os planos de desenvolver uma sequência para “Bright”.

Apesar de ter dito que não há relação com o que aconteceu no Oscar, o público questiona a veracidade deste motivo para cancelamento, visto que não é o primeiro projeto de Will Smith a ser interrompido neste período.

Vale lembrar que a Netflix já havia pausado outra produção com Will Smith, “Fast and Loose”. O ator, que viu outros projetos serem cancelados após o tapa que deu em Chris Rock, pediu a revogação de sua filiação à Academia e, no início de abril, foi banido do Oscar por 10 anos.

Mas por outro lado, a Netflix, atualmente, passa por um momento delicado, tendo sofrido a perda de quase 200 mil assinantes no início deste ano. 

Dirigido pelo diretor do “Esquadrão Suicida”, David Ayer, e escrito por Max Landis, “Bright” foi um filme original da Netflix lançado em 2017. Ele segue um detetive (Smith) e seu parceiro, que é um Orc (Joel Edgerton), enquanto trabalham para encontrar uma varinha poderosa diante das criaturas malignas que habitam a Terra. Embora Bright não tenha recebido boas notas dos críticos, com apenas 27% de pontuação no Rotten Tomatoes, ele provou ser um sucesso com o público em geral, recebendo uma nota de 83% do público.

O elenco do primeiro filme conta com os artistas Will Smith, Joel Edgerton, Noomi Rapace, Lucy Fry, Edgar Ramírez, Ike Barinholtz, Brad William Henke, Enrique Murciano, Happy Anderson, Kenneth Choi, Andrea Navedo e Dawn Olivieri. 

Já “Bright 2”, teria roteiro escrito por Evan Spiliotopoulos, responsável pelo script da adaptação live-action de “A Bela e a Fera”. Além disso, a direção cairia nas mãos de Louis Leterrier com o retorno do ator Joel Edgerton. O envolvimento do próprio Will Smith era desconhecido.