O Nubank chegou há quatro anos e já lançou mais dois produtos além do cartão de crédito: o programa de recompensas e a conta de pagamento. Desde 2014 o visual é o mesmo e o aplicativo já estava virando uma geringonça – nesta terça-feira (22), a companhia começa a liberar um redesenho do app.

Nubank se junta ao rol dos unicórnios brasileiros e promete expansão
Como funciona a NuConta, “conta corrente” sem tarifas do Nubank
Entrevista: o CEO do Nubank conta o segredo do cartão de crédito sem anuidade

O CEO do Nubank, David Veléz (na imagem que abre o post), conta que no início da empreitada a maioria dos clientes tinha, em média, 21 anos de idade. Mas o público já está amadurecendo. No Rewards, por exemplo, a média chega a 32 anos. A ideia é tornar a interface mais acessível e atingir um público maior – consequentemente, mais velho também.

O novo aplicativo está mesmo mais organizado e simples para navegar. Há três cartões principais que mostram o cartão de crédito, a NuConta e o Nubank Rewards. Esses cards irão mudar conforme o mês e o uso do aplicativo – se a fatura estiver fechada, por exemplo, o destaque de informação nesse card será o botão para pagamento.

Capturas de tela do novo aplicativo do Nubank

Logo abaixo há outros pequenos botões que dão acesso a funcionalidades. Por ali dá para ir direto para o menu de transferência entre contas, pagamento de boletos, ajuste de limites, cartão virtual ou bloqueio de cartão. A ordem desses botões também vão mudar, mas conforme o uso do usuário – utilizando machine learning o Nubank fará a personalização.

Os menus internos para o cartão de crédito, NuConta e Rewards continuam os mesmos – aquela interface clássica de antes. O que mudou mesmo foi a “capa” do aplicativo, a primeira tela que o usuário vê quando o abre, ficou mais fácil acessar cada funcionalidade.

No topo, um menu drop-down mostra informações da sua conta e permite acessar as configurações do aplicativo. É possível ativar ou desativar o histórico de localização e a marcação do vencimento de sua fatura na agenda, por exemplo.

Os desenvolvedores afirmam que essa não é a versão definitiva do novo aplicativo: a ideia é ouvir os usuários e fazer pequenos ajustes. Uma pequena base de clientes receberá o novo visual nesta tarde. Nas próximas semanas todos os usuários terão acesso a nova versão.

Imagem do topo: Alessandro Feitosa Jr./Gizmodo