A Samsung sabe que seus laptops recentes não tiveram o impacto desejado. Por isso, para a próxima linha, a empresa resolveu tentar algo novo: pegar emprestada a tecnologia de display QLED usada nas suas TVs de ponta e colocá-la no Galaxy Book Flex e no Galaxy Book Ion, que ainda serão lançados.

A Samsung afirma que esta é a primeira vez que uma empresa coloca a tecnologia QLED em um laptop. Com seus novos monitores, a companhia diz que seus laptops podem oferecer brilho máximo de até 600 nits (a maioria dos laptops chega a 300 ou 350 nits).



O Galaxy Book Flex de 15 polegadas está à esquerda, e o Notebook 9 do ano passado está à direita. Foto: Sam Rutherford/Gizmodo

Pessoalmente, a diferença é óbvia. Quando comparado lado a lado com um Samsung Notebook 9 do ano passado, a tela do Galaxy Book Flex era visivelmente mais brilhante e mais vibrante. No entanto, devo mencionar que, para obter os 600 nits de brilho completos do Galaxy Book Flex, é necessário ativar o modo externo, que fica separado das configurações de brilho.

Com um acabamento azul deslumbrante, chassi de alumínio e dobradiça 2 em 1 de 360 ​​graus, o Galaxy Book Flex é o mais premium dos dois. O Galaxy Book Flex vem com várias opções de processadores Intel Ice Lake de 10ª geração, até 16 GB de RAM e SSDs NVMe de 1 TB.

No entanto, as telas QLED não foram a única peça que a Samsung pegou emprestada de outra divisão de produtos. O Galaxy Book Flex tem uma caneta S Pen trazida da linha Galaxy Note. O Galaxy Book Flex e o Ion também têm com alguns recursos relacionados a smartphones, como um sensor de impressão digital dedicado para logins biométricos rápidos e um carregador sem fio que fica embaixo do touchpad do sistema.

É uma escolha esquisita, porque isso significa que você não pode carregar seu celular ali e usar o touchpad ao mesmo tempo. Para ligar o carregador sem fio, você precisa desativar o touchpad usando um atalho de teclado. A Samsung diz que a razão disso é porque o corpo metálico do Galaxy Book Flex bloqueia o carregamento sem fio. Isso é verdade, mas não resolve o problema. Além disso, o Galaxy Book Ion tem possui um corpo de plástico.

É irritante, mas, por causa da localização da bobina de carregamento sem fio, você não pode carregar o celular e usar o touchpad do Galaxy Book Flex ou do Galaxy Book Ion ao mesmo tempo. Foto: Sam Rutherford/Gizmodo

Falando do Galaxy Book Ion, embora seja apenas um laptop que abre e fecha do jeito convencional, o que falta em flexibilidade sobra em portabilidade. O modelo de 13 polegadas pesa menos de um quilo (0,97 kg versus 1,15 kg do Galaxy Book Flex de 13 polegadas). No entanto, o Galaxy Book Ion também vem com desempenho ligeiramente reduzido, graças a uma variedade de processadores Intel Comet Lake de 10a geração, em vez de chips baseados no Ice Lake.

Felizmente, as versões de 13 e 15 polegadas de ambos os sistemas vêm com um bom conjunto de portas, que inclui uma Thuderbolt 3, duas USB-A 3.0 padrão, uma HDMI de tamanho normal e um slot para cartão microSD.

E se você precisar de um pouco mais de desempenho gráfico, os modelos de 15 polegadas podem ser configurados com placas dedicadas MX250 da Nvidia em vez da Intel UHD padrão ou da Intel Iris Plus do Galaxy Book Flex.

Infelizmente, ainda demorará muito para que os novos laptops da Samsung cheguem ao mercado. A empresa diz apenas que o Galaxy Book Flex e o Galaxy Book Ion estarão disponíveis em algum momento no primeiro semestre de 2020.