Em tempos de pandemia e distanciamento social, muita gente está se sentindo triste e solitária. Não é por acaso que apps de videoconferência estão em alta: além de reuniões profissionais, muitos estão usando para rever os amigos, ainda que pela telinha. Se você não tem tempo para uma chamada, porém, outros pequenos gestos ajudam a demonstrar afeto. O Facebook quer ajudar com isso, e vai liberar novas reações para isso na rede e no Messenger.

Agora, além do “Haha”, da carinha triste, do tradicional gesto de joinha do Like e das outras opções, haverá a reação de “Força”. Ela é um emoji abraçando um coração em um gesto acolhedor. A novidade será disponibilizada aos usuários ao longo das próximas semanas.

No Messenger, a novidade é uma atualização na reação de coração. O novo símbolo tem um tom mais próximo do lilás e do roxo e tem “ondinhas” nas bordas. Para ativá-lo, quando ele estiver liberado para você, basta tocar na reação de coração atual e mover para baixo.

Esta é mais uma medida que a rede social adota durante a pandemia de COVID-19, talvez a primeira delas com foco no bem-estar dos usuários. “Queremos oferecer às pessoas mais maneiras para que elas possam manifestar seu apoio durante esse período difícil”, diz o comunicado do Facebook.

Antes disso, a empresa havia anunciado que ia apagar posts com informações falsas ou promessas de cura para a doença (uma decisão surpreendente, ao levar em conta o histórico do Facebook de ser leniente com esse tipo de conteúdo), bloquear anúncios de máscaras e avisar usuários que interagiram com conteúdo inverídico.

Nem tudo saiu como o planejado, porém. Um bug nos sistemas de verificação automática da rede fez com que eles bloqueassem artigos de fontes legítimas sobre a doença.