Apesar de ter sido anunciado em 2019 e de já ter sofrido vários atrasos, um novo relato afirma que o Windows 10X não será lançado em 2021 e possivelmente nunca chegará oficialmente ao varejo.

A notícia mais recente sobre o desenvolvimento do Windows 10X vem de um antigo insider do Windows, Brad Sams, da Petri, que, de acordo com “pessoas familiarizadas com os planos da empresa”, afirma que a Microsoft não lançará o Windows 10X este ano, e que “o sistema operacional como você o conhece hoje, provavelmente nunca chegue.”

No relato, Sams diz que após uma série de contratempos, a Microsoft mudou os recursos do desenvolvimento do Windows 10X para o Windows 10, citando novos questionamentos de dentro da Microsoft sobre a necessidade de uma versão mais leve de seu sistema operacional existente.

Parece que um dos maiores problemas do Windows 10X é que, com base nos comentários iniciais dos clientes, ele não resolveu realmente os desafios que as pessoas enfrentam hoje, além de potencialmente aumentar a fragmentação no ecossistema do Windows 10.

Originalmente, o Windows 10X foi projetado para uso em dispositivos de tela dupla como o Surface Neo da Microsoft, antes de os planos mudarem e ele se tornar uma versão mais enxuta do Windows 10 para competir com o ChromeOS do Google.

No entanto, com o lançamento do Surface Neo ainda sem previsão e a Microsoft enfrentando a concorrência cada vez maior de uma nova geração de dispositivos baseados em ARM — mais notavelmente os gadgets baseados em M1 da Apple — parece que a empresa decidiu redirecionar sua atenção para o suporte a ARM no Windows, ao mesmo tempo em que opta por implementar recursos planejados para o Windows 10X de volta ao Windows 10 principal.

Com o Windows 10 chegando em seu sexto aniversário em julho, Sams diz que a Microsoft está se concentrando ainda mais no Sun Valley, que é a próxima grande atualização do Windows 10 que parece incluir algumas mudanças visuais importantes para a interface do sistema, um menu Iniciar reformulado, suporte a gestos para o modo tablet e muito mais.

Embora o Windows 10x possa ter sido colocado em segundo plano, Sams diz que a Microsoft ainda está planejando migrar uma série de recursos do Windows 10X para o núcleo do Windows 10, com os candidatos mais prováveis ​​agora sendo contêineres de aplicativos e alguns dos elementos de interface do usuário do Windows 10X.

Assine a newsletter do Gizmodo

Uma das maiores questões que permanecem é como a despriorização do Windows 10 afetará dispositivos mais futuristas, como o Surface Neo e o Project Precog da Asus, que eram laptops de tela dupla projetados para aproveitar alguns dos novos recursos de vários monitores integrados ao Windows 10X . No entanto, sem um sistema operacional para oferecer suporte adequado a seus designs inovadores, é provável que esses dispositivos também sejam adiados ​​até que a Microsoft possa construir uma funcionalidade semelhante no Windows 10 padrão.

Mas voltando um passo, com a Microsoft dizendo originalmente que o “Windows 10 é a última versão do Windows” antes do lançamento inicial do sistema operacional em 2015, talvez seja bastante apropriado que o Windows 10X nunca acabe vendo a luz do dia.